Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

França analisa elo entre aumento da delinquência e protestos dos "coletes amarelos"

media Policiais durante patrulha no metrô de Paris. THOMAS SAMSON / AFP

A França tem registrado desde novembro passado um aumento no número de assaltos e roubos em várias regiões do país. O crescimento da delinquência acendeu a luz vermelha no Ministério do Interior.

As forças policiais fazem a ligação entre a alta das ocorrências e o movimento dos "coletes amarelos", que teve sua primeira manifestação no dia 17 de novembro de 2018. Desde então, as forças policiais e militares passaram a ser utilizadas para garantir a segurança do protestos, do comércio e do patrimônio público, em detrimento das outras missões que eram realizadas pelos agentes.

Nos últimos três meses, os furtos a residências e roubos de carro tiveram um aumento de 5%. Já as ocorrências de batedores de carteira e furto com violência, mas sem armas, deram um salto de 4%. Pode parecer pouco em relação aos números da delinquência e da crminalidade urbana no Brasil, mas na França o fenômeno é analisado com preocupação.

Novas gangues criminosas?

Especialistas da área de segurança avaliam o contexto com cautela. Eles consideram que o aumento da delinquência é um fenômeno cíclico na França e acreditam que ainda é cedo para estabelecer uma relação entre os dados do Ministério do Interior e o deslocamento dos policiais para as manifestações dos “coletes amarelos”.

"É preciso analisar os dados com recuo. A criminalidade é um fenômeno muito complexo que geralmente não tem uma única causa ou explicação", diz Christophe Soullez, do Observatório Nacional da Delinquência e da Resposta Penal (ONDRP). Outras explicações incluem o surgimento de novas gangues organizadas ou redes de delinquentes provenientes do exterior.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.