Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

População poderá nadar no rio Sena, promete prefeita de Paris

media A prefeitura pretende autorizar o nado no rio Sena em 2024.

Imagine dar um mergulho no rio Sena, em pleno centro de Paris. O projeto, cogitado várias vezes por autoridades da cidade, volta à tona com os preparativos da candidatura parisiense para receber os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2024. A prefeita da capital francesa colocou a medida entre suas prioridades.

Como no Rio de Janeiro, onde a chegada dos Jogos Olímpicos chamou a atenção para os níveis de poluição da Baía de Guanabara, a questão da limpeza da água no rio Sena já preocupa as autoridades parisienses, que preparam a candidatura da cidade para receber o maior esporte esportivo do planeta.

A capital francesa, que já tem sua Paris Plage, a praia artificial montada anualmente às margens do Sena, quer aproveitar os Jogos para oferecer aos turistas e moradores a possibilidade de nadar nas águas de um dos rios mais famosos do mundo. A prefeita Anne Hidalgo apresentou nesta terça-feira (17) diante do Conselho de vereadores o seu plano “Paris, cidade olímpica”. Da lista de 43 medidas, uma das que mais chama a atenção é a limpeza do Sena, tornando este que é um dos principais cartões postais da cidade, apto para o nado.

“Como vocês sabem, eu quero que o banho seja possível no Sena em 2024”, disse a prefeita durante seu discurso. “Reduzindo a poluição bacteriológica, nós trabalhamos para preservar o meio ambiente, mas também para melhorar a vida dos moradores”, completou Hidalgo. Ela também justificou novamente a candidatura de Paris para receber o evento, alegando que “o esporte é um dos pilares da identidade parisiense”.

Se os moradores e os turistas ainda vão ter que esperar alguns anos para mergulhar no Sena, a primeira parte do projeto já deve tornar possível o nado na bacia da Villette, no nordeste da capital, em uma região cada vez mais procurada para atividades náuticas e piqueniques em suas margens. A previsão é de que o local, que já recebe caiaques e outras pequenas embarcações, possa ser aberto para as primeiras braçadas já em 2017.

Chirac já sonhava em nadar no Sena

Essa não é a primeira vez que a possiblidade de tornar o rio Sena e outros canais da cidade aptos ao nado é levantada. Desde 1988, o ex-presidente Jacques Chirac, então prefeito de Paris, havia dito que ele mesmo mergulharia nas águas do cartão postal da cidade em cinco anos. Em 2015, vários nadadores entraram, clandestinamente, no canal de l’Ourcq, numa tentativa de chamar a atenção para a questão.

Por enquanto, nadar no Sena é proibido. Quem descumprir a lei deve pagar uma multa de € 15 (cerca de R$ 60), além do risco de contaminação.

Especialistas afirmam que o rio já atingiu os níveis de limpeza mais elevados dos últimos 40 anos. No entanto, ninguém arrisca dizer se é possível nadar sem nenhum efeito colateral. As autoridades alertam para os riscos da Escherichia coli, bactéria que provoca gastroenterites, ou ainda do Enterococcus, que causa infecções urinárias.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.