Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/07 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 15/07 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 15/07 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Américas

Cinema perde o diretor norte-americano Michael Cimino

media Michael Cimino Divulgação

Michael Cimino, diretor do filme sobre a guera do Vietnã "O Franco Atirador", vencedor do Oscar, morreu aos 77 anos, informaram várias fontes na noite de sábado (2).

A morte de Cimino foi informada primeiro pelo diretor do festival de Cannes, Thierry Fremaux, e mais tarde pelo jornal The New York Times, que citou o amigo e ex-advogado do cineasta, Eric Weismann. A causa do falecimento não foi divulgada.

Segundo o jornal nova-iorquino, Weismann disse que o corpo de Cimino foi encontrado em sua casa de Los Angeles depois que vários amigos não conseguiram contactá-lo por telefone.

Cimino recebeu em 1979 o Oscar de melhor diretor por "O Franco Atirador", que estreou em 1978. Trata-se de uma epopeia de três horas que evoca a guerra do Vietnã através da vida de três amigos.

Em uma das cenas do filme, os personagens encarnados por Robert De Niro e Christopher Walken, prisioneiros dos vietnamitas do norte durante a guerra, jogam roleta russa.

Além da estatueta de melhor diretor, o filme foi premiado com outros quatro Oscars, entre eles de melhor filme.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.