Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 22/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 22/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
África

Governo de Angola dá início ao seu programa de gestão transparente

media A petrolífera Angolana Sonangol é uma das empresas cujas contas foram aprovadas AFP PHOTO / Seyllou

Esta terça-feira em Luanda, numa cerimónia pública as contas referentes a 2011 de 15 empresas públicas foram homologadas pelo governo Angolano no âmbito do programa de gestão transparente que se alicerça sobre a exigência de prestação de contas regulares pelas empresas sob controlo do Estado Angolano.

Das 15 empresas cujas contas foram homologadas, destaca-se a petrolífera Sonangol, bastante referenciada em processos pouco transparentes envolvendo o negócio do petróleo Angolano. Ainda Segundo fontes oficiais, num total de 86 empresas controladas, apenas 60 apresentaram as contas do ano passado e somente 15 de entre elas viram as suas contas confirmadas.

Apesar de se estabelecer este procedimento e de se ter exigido também que as restantes empresas cujas contas não foram aprovadas venham a esclarecer a sua situação junto das autoridades, especialistas económicos têm vindo a expressar dúvidas quanto aos critérios de avaliação das empresas públicas bastante envolvidas em escândalos de corrupção e na sua maioria deficitárias.

Mais informações com Avelino Miguel.

Avelino Miguel, correspondente em Luanda 31/10/2012 Ouvir

 

 
O tempo de conexão expirou.