Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 13/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 13/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 13/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 13/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 12/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 12/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Brandão é condenado a um mês de prisão por cabeçada em brasileiro do PSG

media O jogador Brandão foi julgado pela cabeçada que deu em Thiago Motta, do PSG. REUTERS/Charles Platiau

O atacante brasileiro Brandão, do clube francês Bastia, foi condenado nesta quinta-feira (27) a um mês de prisão e a uma multa de € 20.000 pela cabeçada que deu no também brasileiro Thiago Motta, do Paris Saint-Germain. A agressão, que fraturou o nariz de Thiago Motta, que também tem nacionalidade italiana, aconteceu em agosto, após o apito final da partida entre o Bastia e o PSG, em Paris.

A sentença de Brandão foi bem mais leve do que o esperado. O Ministério Público havia pedido esta manhã oito meses de prisão e uma multa de € 15.000 contra o atacante brasileiro. O juiz do Tribunal de Paris optou por uma pena de detenção mais branda e uma multa mais salgada. Durante o anúncio do veredicto, ele ainda sugeriu que o jogador poderá beneficiar de uma comutação de pena e não ir para a prisão.

Premeditação

A grande questão da sessão de hoje para decidir a pena de Brandão foi definir se a cabeçada foi premeditada, fato que agravaria a sentença do atacante. As imagens do vídeo da partida entre o Bastia e o PSG, no dia 16 de agosto, mostram o atacante indo ao encontro de Thiago Motta e o agredindo, antes de correr para os vestiários.

O jogador do PSG afirmou aos policiais que foi ameaçado por Brandão durante a partida, mas que não acreditou que ele iria concretizar o gesto. O atacante brasileiro do Bastia assumiu a cabeçada, mas disse que não premeditou o ato em represália aos insultos que afirma ter ouvido de Thiago Motta durante a partida.

Evaeverson Lemos da Silva Brandão, de 34 anos, já havia sido suspenso por seis meses dos gramados pela Federação Francesa de Futebol e só poderá voltar a jogar em 22 de fevereiro de 2015. Ele não assistiu ao anúncio da sentença hoje no Tribunal de Paris. O jogador, que já esteve envolvido em outros casos de agressões, está hospitalizado. Brandão se contundiu na semana passada e deve ser operado da coxa direita.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.