Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Brasileiros expatriados criam canais nas redes sociais com dicas sobre viver em Portugal

Por
Brasileiros expatriados criam canais nas redes sociais com dicas sobre viver em Portugal
 
Os youtubers Max e Lívia, em Portugal. Foto: Max

De norte a sul de Portugal, muitos brasileiros têm criado canais do YouTube para compartilhar experiências e dicas sobre a vida em terras lusitanas. Nos vídeos, os expatriados se dedicam a explicar desde os diferentes termos para pedir o café que deseja até os detalhes da legislação do país. 

Fábia Belém, correspondente da RFI em Lisboa

Há três anos, a ex-professora universitária Alexandra Gomide trocou Belo Horizonte pela cidade de Braga, que fica no norte de Portugal. Assim que chegou, criou um grupo de discussões no Facebook, na tentativa de buscar respostas para as dúvidas que tinha sobre escolas, bairros, “dúvidas comuns de toda família que vem, e vem com filhos”, explica.

Olhar Brasileiro em Portugal

Quando Alexandra se deu conta de que ela mesma estava a responder às perguntas dos compatriotas, decidiu criar o ‘Olhar Brasileiro em Portugal’. O canal tem quase 200 vídeos, aproximadamente 1 milhão e 500 visualizações, e está perto de conquistar 27 mil inscritos. Ela produz material sobre diversos assuntos e de diferentes cantos do país. Tudo baseado “nas minhas experiências, nas minhas pesquisas”, ressalta.

A grande demanda dos compatriotas por informações fez a mineira de Belo Horizonte incorporar, ao canal, um programa de entrevistas chamado “Chá e Prosa”.

“Quando o assunto é muito técnico, pra esse caso, o ‘Chá e Prosa traz um profissional capacitado, habilitado para dar respostas”, completa Alexandra, que tem convidado empresários de diferentes áreas, além de profissionais da educação e da saúde, por exemplo.

Maximizar

Max Chagas é natural do Estado do Rio de Janeiro. Lívia Monteiro nasceu em São Paulo. Ex-professores de inglês, eles viviam na cidade de São Vicente, na Baixada Santista. Em Portugal, são moradores da Freguesia de Senhora da Hora, no distrito do Porto. Mudaram-se há três anos e logo deram início ao ‘Maximizar’.

“Nós compartilhamos custo de vida, como alugar um apartamento, compra de mercado, passeios… Tudo baseado na nossa realidade”, conta Lívia. O casal percebeu que era possível disponibilizar informações “que a gente, quando tava pesquisando, não encontrava”, completa Max.

Popularidade

O canal Maximizar tem 67 mil seguidores inscritos, 215 vídeos e 3 milhões de visualizações. Com números que só crescem, não há dúvida de que os canais de brasileiros sobre Portugal têm rendido muita popularidade aos seus criadores. Eles chegam a ser reconhecidos na rua. 

“Foi muito engraçado a primeira vez que isso aconteceu, porque nós não conhecíamos ninguém em Portugal e, de repente, alguém gritou o nosso nome”, lembra Lívia. Ela conta que o casal recebe elogios e até pedidos para tirar fotos.

Com Alexandra Gomide não é diferente. “Então, assim, aquela situação da pessoa cair na minha frente [e dizer] ‘Olha, eu estou aqui por causa de você", relata. 

Fonte de informação

Os canais do YouTube têm se tornado fonte de informação para quem sonha em morar em terras lusitanas e também para os que já vivem no país. Dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras revelam que, em Portugal, residem 105.423 cidadãos brasileiros, que formam a maior comunidade de imigrantes no país.

Com tantos brasileiros vivendo em Portugal e muitos outros planejando a mudança, a audiência dos canais só tende a aumentar. Antônio Romanelli é um dos seguidores do Maximizar. Ele e a esposa descobriram o canal quando ainda eram consultores imobiliários, em Santos (SP). Mudaram-se para o distrito do Porto, em fevereiro do ano passado. Romanelli diz que os vídeos que assistiu ajudaram muito no planejameto da mudança e até na adaptação ao novo país.

“Quando nós chegamos aqui, isso nos facilitou porque tudo ficou muito mais familiar.Encurtamos muito o caminho”, revela o brasileiro, que atualmente trabalha com transporte para turistas.

Já a gaúcha e hoje motorista de aplicativo, Deburah Nunes, encontrou as informações de que precisava no canal Olhar Brasileiro em Portugal. A ex-professora de educação física morava com o marido e os dois filhos em Porto Alegre. Ano passado, a família trocou a capital do Rio Grande do Sul pela cidade de Braga.

“A partir dos vídeos, acreditamos que fosse a cidade com o tamanho ideal, com a vida na rua ideal, com a qualidade de vida que nós buscávamos para os nossos filhos”, observa Deburah.

Lívia, do Maximizar, reconhece o grau de influência que os canais exercem na hora em que os seguidores fazem suas escolhas, mas afirma que os canais não devem ser a única fonte de informação. Ela recomenda que as pessoas também façam suas pesquisas em fontes oficiais, como o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), por exemplo.

Max lembra que cada seguidor precisa estar atento à realidade de cada um, pois “a pessoa que vem pra cá está acostumada com um nível de vida bem mais alto ou mais baixo” quando comparado ao que mostram os vídeos sobre custo de vida. É preciso “ser consciente e saber que cada caso é um caso”, aconselha.

A youtuber Alexandra Gomide, em Portugal. Thiago Correia

 


Sobre o mesmo assunto

  • Brasil-Mundo

    Brasileiros elegem Portugal como porto seguro para a comunidade LGBTQI+

    Saiba mais

  • Brasil-Mundo

    Forró vira mania em Portugal e brasileiros investem no mercado do baião

    Saiba mais

  • Brasil/ Portugal/ Preconceito

    Brasileiros relatam casos de discriminação em universidades portuguesas

    Saiba mais

  • Brasil-Mundo

    Rabino brasileiro assume sinagoga da terra de Pedro Álvares Cabral

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.