Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 21/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/07 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 21/07 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 21/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Coreia do Sul cria faixa de pedestres de alta tecnologia contra “zumbis de smartphones”

media O aplicativo Watch Out avisa os "zumbis de smartphones" quando o sinal está aberto para carros. Reprodução Youtube

A Coreia do Sul tem um problema de "smumbie", como são apelidados os "zumbis smartphones", que andam sem olhar para frente, de olhos colados às telas, causando incontáveis acidentes de trânsito. Para resolver o problema, os pesquisadores sul-coreanos testam uma solução surpreendente: uma passagem para pedestres completamente conectada ao aplicativo Watch Out, desenvolvido especialmente para avisar os “zumbis” que o sinal está fechado para eles.

Frédéric Ojardias, correspondente da RFI em Seul

A experiência acontece em Ilsan, nos subúrbios de Seul, na Coreia do Sul. É uma faixa de pedestres, coberta por sensores e câmeras de imagem térmica. Quando alguém atravessa, ele é detectado, o que aciona todo um sistema de alerta, destinado a motoristas e pedestres.

Luzes LED vermelhas e azuis começam a piscar, um feixe de laser grava uma mensagem no chão, e, sobretudo, um alerta aparece na tela do telefone do pedestre, pedindo-lhe para olhar para cima e perceber a chegada de um carro. Para utilizar o serviço, o pedestre deve primeiro baixar o aplicativo em seu smartphone.

O sistema foi inventado por um instituto público de pesquisa em engenharia civil. "Um número crescente de acidentes causados ​​por ‘smumbies’ ocorrem em faixas de pedestres, e estas luzes são cruciais para evitá-los", diz Kim Jong-hoon, um dos pesquisadores.

Por que o problema com os “zumbis do smartphone” é tão forte na Coreia?

A Coreia do Sul tem a maior taxa de penetração de smartpones no mundo: 94% da população adulta possui um aparelho. E, embora não esteja necessariamente ligado ao fenômeno dos “smumbies”, o país também passa por um problema de segurança no trânsito, com um grande número de acidentes.

Em 2017, 1.600 pedestres foram mortos na estrada e 272 acidentes foram relacionados a usuários de smartphones, de acordo com a emissora de televisão  Canal A.

A passagem para pedestres conectada não é a primeira tentativa das autoridades coreanas para resolver o problema: a cidade de Daegu instalou semáforos no chão, embutidos na calçada, de modo que os usuários de smartphones possam saber quando atravessar a rua, sem levantar a cabeça! Em Seul, vários painéis colocados no chão também imploram cautela aos muitos "smumbies".

Essas iniciativas são bem-vindas pelos sul-coreanos?

A famosa travessia de pedestres conectada em Ilsan não agrada a todos. Mesmo que os comentários online sejam bastante positivos, vários usuários apontam seu preço alto: €12.000 (R$54.200) por cruzamento!

Alguns temem que este tipo de iniciativa desresponsabilize ainda mais os usuários de smartphones, o que pode aumentar o risco de acidentes. Eles apontam que as atividades de prevenção podem ser mais efetivas a longo prazo.

Mas os pesquisadores que desenvolveram o sistema estão otimistas e esperam que sua solução seja instalada em breve em todas as cidades da Coreia do Sul.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.