Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Detidos no Vietnã, sósias de Kim Jong-un e Trump procuram imitador de Bolsonaro

media Howard X, um australiano imitando o líder norte-coreano Kim Jong Un, deixa o Hotel La Paix em um carro enquanto é escoltado pela polícia, em Hanói, Vietnã, em 25 de fevereiro de 2019. REUTERS/Jorge Silva

Um sósia de Kim Jong-un, que foi detido no Vietnã antes da reunião entre o líder norte-coreano e o presidente americano, Donald Trump, que acontece quinta (28) e sexta-feira (1) em Hanói, foi expulso nesta segunda-feira (25) do país e denunciou a “falta de humor” do governo vietnamita.

Já o sósia de Donald Trump, nascido no Canadá, foi autorizado a permanecer no Vietnã, mas sem aparições públicas imitando o presidente dos Estados Unidos.

Durante uma entrevista coletiva nesta segunda-feira (25) em um hotel, Howard X, que mora em Hong Kong, questionou a razão apresentada para sua expulsão. O governo vietnamita alegou que seu visto não era válido. "O verdadeiro motivo é que nasci com a mesma cara que Kim Jong-un, este é o verdadeiro crime", declarou, antes de ser detido por três agentes vietnamitas.

Howard X e o imitador do presidente americano, Russell White, encenaram na sexta-feira (23) sua própria reunião sobre a desnuclearização da Coreia do Norte no centro de Hanói, a capital do Vietnã. Vários policiais compareceram à emissora de televisão e pediram aos sósias que interrompessem o show.

“Trabalhamos pela paz. Pelas negociações e pelo diálogo. Queremos, é claro, ajudar a Coreia do Norte”, declarou White, o sósia de Trump. Antes do “aviso” da polícia, a agenda da dupla incluía um salão de massagem, uma partida de golf e uma turnê gastronômica pela capital vietnamita.

Os verdadeiros Kim Jong-un e Donald Trump se reunirão na quarta-feira e quinta-feira em Hanói para discutir a desnuclearização da Coreia Norte. As negociações começaram em junho do ano passado, em Singapura.

Sósia para Bolsonaro, Xi Jinping e Putin

Howard X já havia tido problemas com a polícia em junho, durante uma aparição em Singapura, antes da primeira reunião entre Trump e o líder norte-coreano. Ele foi detido no controle de segurança do aeroporto e orientado para manter distância do local onde aconteceria a cúpula. Os dois imitadores estão em busca de novos sósias para completar sua gangue de tiranos: eles procuram imitadores parecidos com o presidente russo, Vladimir Putin, o chinês Xi Jinping e brasileiro Bolsonaro.

Howard X, um australiano imitador da Coreia do Norte, Kim Jong Un, beija um imitador do presidente dos EUA, Donald Trump, no Hotel La Paix em Hanói, Vietnã, em 25 de fevereiro de 2019. REUTERS/Jorge Silva

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.