Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 16/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 16/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 16/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 16/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Refugiados sírios voltam ao país após reabertura da fronteira com Jordânia

media Campo de refugiados em Rukban, na Síria, perto da fronteira com a Jordânia AP News

Cerca de 28.000 sírios, dos quais 3.400 têm status de refugiados, voltaram ao seu país pela Jordânia após a fronteira ser reaberta em meados de outubro, indicou nesta segunda-feira (3) uma fonte dos serviços de segurança jordanianos.

As autoridades em Amã estimam que receberam cerca de 1,3 milhão de refugiados da Síria, país vizinho da Jordânia, após o início da guerra em março de 2011, e estimam que gastaram mais de 10 bilhões de dólares em recursos para enfrentar esta crise.

Mais de 650.000 refugiados foram registrados pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) na Jordânia, país que compartilha cerca de 370 quilômetros de fronteira com a Síria.

Uma fonte de serviços de segurança jordanianos disse à AFP que "cerca de 28.000 sírios retornaram voluntariamente ao seu país após a reabertura, em 15 de outubro, do posto fronteiriço de Jaber", chamado de Nasib no lado sírio.

"Entre eles estão cerca de 3.400 sírios registrados na ONU como refugiados", acrescentou a mesma fonte, pedindo anonimato.

Fechada durante três anos devido ao conflito, Jaber é uma zona comercial importante na região e era controlada pelos rebeldes até o regime sírio de Bashar al-Assad recuperá-lo, em julho deste ano. com sanções financeiras e individuais.

(Com informações da AFP)

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.