Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/10 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 21/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 21/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/10 15h00 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/10 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Talibãs dizem ter se encontrado com enviado americano para a paz

media Uma flor artificial é vista no turbante de um manifestante pela paz em Cabul, Afeganistão, em 18 de junho de 2018. REUTERS/Mohammad Ismail/

Representantes dos talibãs se reuniram na sexta-feira (12) no Catar com o enviado americano para a paz no Afeganistão, Zalmay Khalilzad, na primeira confirmação oficial de um encontro entre os dois lados, anunciou o grupo insurgente neste sábado (13).

A embaixada dos Estados Unidos no Afeganistão se recusou a comentar as informações.

Khalilzad, ex-embaixador americano em Cabul, em Bagdá e nas Nações Unidas, foi nomeado em setembro passado para o cargo.

Uma primeira reunião anunciada na imprensa e nunca negada pelas partes foi realizada em Doha, em junho, após um cessar-fogo de três dias sem precedentes entre as forças de segurança afegãs e os talibãs. Mas as esperanças de paz duraram pouco e a violência recomeçou.

Falou-se "de um fim pacífico para a invasão do Afeganistão", afirma o comunicado.

A delegação talibã observou que a presença de forças estrangeiras é "um grande obstáculo para uma paz real", acrescenta a nota.

Segundo os talibãs, os dois lados "concordaram em continuar com essas reuniões".

Khalilzad retornou a Cabul neste sábado, após uma primeira visita no domingo passado ao Afeganistão, onde iniciou uma série de viagens que o levou ao Paquistão, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita.

(Com informações da AFP)

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.