Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 22/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 22/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 21/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 21/09 09h33 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Naufrágio de navio na Indonésia deixa dezenas de desaparecidos

media A Indonésia sofre com a falta de segurança de seu transporte fluvial e com as más condições meteorológicas ©Antara Foto/Nova Wahyudi/ via REUTERS

Pelo menos uma pessoa morreu e dezenas ficaram desaparecidas após o naufrágio de um navio com 80 pessoas a bordo nesta segunda-feira (18) na Indonésia. A embarcação estava no lago Toba, na província de Sumatra do Norte, a mais de 1.300 quilômetros da capital Jacarta.

As autoridades do país já enviaram os serviços de emergência, mas as condições meteorológicas dificultam as buscas. “Seis passageiros foram socorridos, mas um está morto”, declarou o porta-voz da Agência Nacional de Catástrofes Sutopo Purwo Nugroho.

A Indonésia, país de maioria muçulmana, comemora desde sexta-feira (8) o fim do Ramadã, período sagrado de jejum islâmico. Milhões de pessoas tiram férias nessa época e o lago Toba é uma das destinações preferidas.

O naufrágio é o último de uma série de acidentes marítimos no arquipélago, que sofre com péssimas condições de segurança em sua rede de transporte fluvial que liga as 17.000 ilhas do país. Na semana passada, um barco de madeira, tradicional no país, afundou com 40 pessoas a bordo perto da ilha de Sulawesi, provocando mais de doze mortes.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.