Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 24/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 24/04 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 24/04 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 24/04 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 24/04 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 24/04 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/04 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Há menos judeus no mundo hoje do que em 1939, segundo Israel

media Judeus ultra-ortodoxos. REUTERS/Finbarr O'Reilly

Israel publicou nesta quarta-feira (11) cifras sobre a população judia global, afirmando que há menos judeus no mundo em 2018 do que em 1939, às vésperas da Segunda Guerra Mundial.

Israel dá início nesta quarta-feira à noite ao "Dia da Lembrança do Holocausto", termo para designar o extermínio de seis milhões de judeus pelo regime nazista, dos 16,6 milhões que viviam no mundo em 1939.

Segundo um estudo realizado pelo Escritório de Estatísticas, um organismo estatal em cooperação com o Centro de Estudos do Judaísmo Contemporâneo da Universidade hebreia de Jerusalém, vivem hoje no mundo cerca de 14,5 milhões de judeus.

Menos de 500 mil na França

Israel é o país onde vive a maioria dos judeus, 6,4 milhões de pessoas, diante de menos de 450 mil em 1939, à frente dos Estados Unidos (5,7 milhões) e França, com pouco mais de 450 mil pessoas, de acordo com o levantamento.

Há mais de 100 mil judeus em outros seis países, segundo o escritório: Canadá, Grã-Bretanha, Argentina, Rússia, Alemanha e Austrália.

A taxa de crescimento da população judia em Israel desde 1948, data da criação do Estado de Israel, foi multiplicada por dez. No resto do mundo, a taxa de crescimento se elevaria 26%, segundo o Escritório de Estatísticas.

Não há detalhes sobre quais critérios de Judaísmo foram baseados esses números, objetos de polêmica e que podem mudar essas estimativas dessa população.
  

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.