Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 20/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 20/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 20/11 14h00 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 20/11 08h30 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 19/11 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 19/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 19/11 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/11 08h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Mulheres são as principais vítimas do diabetes, diz OMS

media 205 milhões de mulheres sofrem com a doença no mundo. Foto: divulgação

No Dia Mundial do Diabetes, lembrado nesta terça-feira, 14, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para o aumento desenfreado da doença. As mulheres são as principais vítimas da doença, cerca de 8% das mulheres - ou 205 milhões - vivem com diabetes em todo o mundo.

 

“Mulheres e Diabetes: nosso direito a um futuro saudável”, é o tema da campanha deste ano. A intenção é promover o acesso a medicamentos e tecnologias essenciais para todas as mulheres com diabetes ou com risco de desenvolver a doença.

De acordo com a OMS, 451 milhões de pessoas sofrem com o diabetes no mundo inteiro, a doença é responsável por 1,6 milhão de mortes por ano. Segundo especialistas, a previsão é de que até 2045 a doença atinja 693 milhões de pessoas.

Aumento de casos no Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, o número de casos aumentou no Brasil em 61,8 % nos últimos dez anos. O Rio de Janeiro é a capital com o maior número de diabéticos no país. A doença, muitas vezes silenciosa, atinge principalmente obesos e pessoas acima de 40 anos.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), aproximadamente metade dos portadores de diabetes tipo 2, que atingem 90% dos pacientes, desconhecem o diagnóstico, já que a doença é pouco sintomática. Sede e urina excessivas, perda de peso, cansaço e infecções frequentes são alguns sintomas da doença.

Tipos de diabetes

O Tipo 1 – doença autoimune, acomete entre 5 e 10% do total de pessoas e aparece geralmente na infância ou adolescência. Essa variedade é sempre tratada com insulina, medicamentos, planejamento alimentar e atividades físicas, para ajudar a controlar o nível de glicose no sangue.

O Tipo 2 - mais comum entre os diabéticos, aparece quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz, ou não produz insulina suficiente para controlar a taxa de glicemia. Ele se manifesta mais frequentemente em adultos. Dependendo da gravidade, ele pode ser controlado com atividade física e alimentação balanceada.

Diabetes gestacional – ocorre quando há um desequilíbrio hormonal durante a gravidez. Nem sempre a doença se manifesta por sintomas, por isso, é recomendável que todas as gestantes façam o exame a partir da 24ª semana de gravidez (início do 6º mês).

Calendário de combate ao diabetes

O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela Federação Internacional do Diabetes em conjunto com a OMS, em resposta às preocupações sobre os crescentes números de diagnóstico no mundo. A data tornou-se oficial pelas Nações Unidas a partir de 2006. O dia 14 de novembro foi escolhido por marcar o aniversário de Frederick Banting que, junto com Charles Best, concebeu a ideia que levou à descoberta da insulina em 1921.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.