Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/05 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/05 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/05 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 18/05 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 18/05 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/05 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Líbano proíbe filme americano "Mulher Maravilha" por causa de atriz israelense

media A atriz israelense Gal Gadot interpreta a Mulher Maravilha Divulgação

O Líbano proibiu a exibição do filme norte-americano "Mulher Maravilha" com base em uma decisão do gabinete de boicote a Israel da Liga Árabe.

Uma fonte da Segurança Geral libanesa justificou a proibição pela presença na superprodução de Hollywood da atriz israelense Gal Gadot, que vive a heroína na história.

No Facebook, Gal defendeu em 2014 a ofensiva de Israel contra a Faixa de Gaza. "Envio o meu amor ao conjunto de cidadãos israelenses, especialmente aos meninos e meninas que arriscam a sua vida para proteger a minha pátria contra os atos terríveis executados pelo (movimento islamita) Hamas, que se esconde covardemente atrás de mulheres e crianças", escreveu na época.

"Mulher Maravilha" será exibido em outros países árabes, como Tunísia, Emirados Árabes Unidos, Argélia e Egito.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.