Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 16/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 16/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 16/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 16/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Hassan Rohani vence primeiro turno e é reeleito presidente do Irã

media O presidente iraniano Hassan Rohani no momento em que votou em Teerã, nesta sexta-feira 19 de maio. President.ir/Handout via REUTERS/File Photo

Hassan Rohani vence com folga primeiro turno da eleição presidencial e é reeleito presidente do Irã. O líder moderado obteve 57% dos votos, segundo resultado oficial do ministério do Interior, divulgado neste sábado (20). Seu principal adversário, o conservador e religioso Ebrahim Raissi, conquistou 38,8% dos eleitores.

O presidente Rohani foi reeleito com 23,5 milhões de votos, anunciou o ministro do Interior, Abdolreza Rahmani Fazli, ao vivo na TV estatal Irib. A taxa de participação foi de 73%. Mais de 41 milhões de eleitores foram às urnas no primeiro turno da eleição presidencial na sexta-feira (19).

Com o resultado, Rohani amplia consideravelmente sua base eleitoral em relação a 2013, quando foi eleito presidente pela primeira vez, e deve ter mais margem de manobra para implementar suas reformas. Há quatro anos, ele também foi eleito já no primeiro turno, mas com 50,7% dos votos, o equivalente a 18,6 milhões de eleitores.

Voto em favor da continuidade

Durante a campanha, o presidente moderado pediu que os iranianos lhe dessem um maior apoio para que pudesse continuar as reformas nacionais e sua política internacional de abertura, simbolizada pelo acordo nuclear assinado em 2015 entre Teerã e as potências ocidentais. Sua reeleição deve garantir a continuidade do acordo que suspendeu as sanções internacionais contra o país.

Seu governo também conseguiu uma impressionante redução da inflação, que caiu de cerca de 40% em 2013 para 9,5% atualmente. Rohani, de 68 anos, realizará um segundo e último mandato de quatro anos na presidência iraniana.

Derrota para o líder supremo

Antes mesmo da divulgação oficial dos resultados, dirigentes conservadores já admitiam a derrota. "A apuração revela que Rohani é o vencedor e precisamos felicitá-lo", escreveu no Telegram Alireza Zakani, antigo deputado conservador que atuou vigorosamente contra a reeleição do presidente.

Ebrahim Raisi, 56 anos, ligado ao guia supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, era o principal adversário de Rohani nesta presidencial que também teve a participação de dois outros candidatos. Raisi se apresentou como o defensor dos pobres e de uma "economia de resistência", sustentada pela produção nacional e os investimentos nacionais, em oposição à política de abertura, representada por Rohani. Sua derrota também é um revés para os Guardiães da Revolução que o apoiaram.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.