Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Número de refugiados sírios ultrapassa 5 milhões

media Refugiados sírios em um acampamento na cidade de Mafraq, na Jordânia. 28/03/17 REUTERS/Ammar Awad

O número de pessoas que fugiram do devastador conflito na Síria superou cinco milhões. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (30) pela Agência da ONU para os Refugiados (Acnur).

De acordo com estimativas da Acnur, no dia 23 de março, o número de sírios que deixou o país chegou a 5,18 milhões. No final de 2016, a agência apontava para 4,85 milhões.

O forte aumento foi registrado durante os três primeiros meses de 2017, quando 250 mil sírios se registraram como refugiados em países vizinhos à Síria ou na Europa. Em seu comunicado, a Acnur não apresenta nenhuma explicação para o repentino acréscimo, mas faz um apelo pela mobilização da comunidade internacional na ajuda à população síria.

O apelo pela acolhida dos refugiados sírios foi frequentemente feito durante o mandato de Ban Ki-moon como secretário-geral da ONU. Há cerca de um ano, ele reforçou o pedido para que países desenvolvidos recebessem cerca de meio milhão de sírios. Mas a mobilização nunca foi suficiente.

Para onde fogem os sírios

A Turquia é o país que abriga o maior número de sírios deslocados pela guerra, quase três milhões. Em seguida aparecem o Líbano, com mais de um milhão, e a Jordânia, com 657 mil, assim como, em menor medida, Iraque, Egito e outros países do norte da África.

Desde o início da guerra da Síria, em 2011, centenas de milhares de sírios também fugiram para a Europa, mas nem todos receberam o status de refugiado.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.