Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 21/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 21/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 21/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Namoro virtual: Hamas cria perfis falsos para obter dados de soldados israelenses

media Paquera nas redes, nova arma do Hamas contra Tsahal, diz Le Monde le monde.fr

Depois de vários meses de investigação, as Forças Armadas israelenses divulgaram nesta quarta-feira (11) a nova arma do movimento palestino Hamas para obter informações estratégicas de seus soldados. A operação lançada na Internet visava coletar dados utilizando um aplicativo para trocas de mensagens.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (12) pelo jornal francês Le Monde. De acordo com as forças israelenses, vários soldados caíram na “conversa” dos integrantes do Hamas, que se passaram por jovens garotas interessadas em sair e conhecer membros da Tsahal – a maior parte integrava unidades de combate.

O estratagema usado pelo Hamas foi simples. Os membros inventavam perfis de meninas atraentes no Facebook, entravam em contato com os soldados e começavam a conversar com eles. Em seguida, enviavam fotos sensuais, em diferentes situações.

Depois de alguns dias, as “meninas” propunham um convite para uma chamada em vídeo, utilizando um aplicativo especial, chamado Apkpk. Uma armadilha que permitiu ao Hamas tomar o controle, à distância, do telefone de vários soldados, e ter acesso a dados, como mensagens, e-mails e fotos. Os técnicos em informática do Hamas podiam, desta forma, tirar fotos ou gravar conversas.

Precaução

Para prevenir novos ataques virtuais, as forças armadas decidiram tornar pública a investigação, pedindo aos soldados que ficassem atentos e utilizassem princípios de precaução básicos no uso das redes sociais. Os membros da Tsahal foram proibidos, por exemplo, de publicar fotos de uniforme em seus perfis.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.