Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Avião militar russo cai com 92 passageiros a bordo

media Vista aérea de Sotchi, onde caiu o avião militar russo pouco depois da decolagem (Foto: Reuters)

Um avião do Ministério Russo da Defesa caiu no mar Negro neste domingo (25) com 92 pessoas a bordo, logo após a decolagem, de acordo com a agência do governo, Interfax.  

As equipes de resgate localizaram a área do acidente na costa de Sotchi, onde destroços da aeronave foram encontrados. Segundo a agência Interfax, os fragmentos do avião foram achados a cerca de 1,5 quilômetros do litoral, a uma profundidade entre 50 e 70 metros. 

A aeronave, um Tupolev Tu-154, desapareceu pouco depois de decolar da estação balneária, perto da cidade de Adler, às 05h40 da manhã. Ele ia para a base aérea russa de Hmeimim, perto de Latáquia, no noroeste da Síria. De acordo com o Ministério da Defesa, o avião tinha 83 passageiros a bordo e oito membros da tripulação.

Aparelho transportava soldados e membros de coral

O aparelho transportava soldados russos e membros do coral Ensemble Alexandrov, que viajava à Síria para participar das festas de final de ano na base aérea.

Entre os passageiros também estavam nove jornalistas, indicou o ministério. O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peslov, declarou às agências russas que o presidente Vladimir Putin foi informado da situação e está acompanhando as buscas. Desde 2015, a Rússia participa de campanha militar na Síria ao lado do regime de Bashar al-Assad, dando principalmente apoio aéreo.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.