Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Pelo menos 12 ficam feridos em novo atentado na Alemanha

media 12 pessoas ficaram feridas na noite deste domingo (24) em frente a um restaurante central de Ansbach, na Baviera (sul da Alemanha). REUTERS/Michaela Rehle TPX IMAGES OF THE DAY

Um refugiado sírio de 27 anos morreu após ter detonado os explosivos que carregava perto da entrada de um festival de música que reunia 2.500 pessoas na cidade de Ansbach, na Baviera. Este é o terceiro ataque à região em uma semana.

O autor do ataque tentou entrar no local, mas não conseguiu por falta de ingresso. A explosão acabou ocorrendo em um restaurante próximo ao evento, por volta das 22h. Doze pessoas ficaram feridas, três delas em estado grave. Segundo o ministro do Interior da Baviera, Joachim Herrmann, o refugiado teve seu pedido de asilo negado há um ano. “Trata-se infelizmente de um novo atentado terrorista”, declarou o ministro, que está no local onde aconteceu a explosão, nesta segunda-feira (25).

O refugiado havia chegado Síria há dois anos e vivia em Ansbach com um visto de residência provisório. O ministro informou ainda que o homem já tinha tentado se matar duas vezes e foi hospitalizado em uma clínica psiquiátrica. O refugiado também era fichado na polícia por um delito ligado ao tráfico de drogas.

O ataque acontece em um momento de grande tensão na Alemanha, depois de uma série de ataques, entre eles o de Munique. Na sexta-feira, um rapaz de 18 anos, de origem iraniana, também com problemas psiquiátricos, matou nove pessoas em um tiroteio na cidade. Alvo de assédio na escola, ele tinha depressão e comprou sua arma na internet.

Terceiro ataque na Baviera em uma semana

Esta é a terceira vez em uma semana que o estado da Baviera é alvo de um atentado. Além de Munique, um jovem afegão feriu cinco pessoas com um machado em um trem em Wurtzbourg. O ataque foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

Neste domingo, um homem que também pediu asilo ao governo alemão matou com uma machadinha uma mulher, ferindo outras três pessoas. O crime é provavelmente passional, mas o acúmulo de ataques ligados a refugiados pode mudar a política de asilo do país, adotada pela chanceler Angela Merkel. Segundo o ministro do Interior, a Alemanha não conseguiu registrar e controlar todos os migrantes que atravessaram a fronteira. A cidade de Ansbach é uma porta de entrada no país para estrangeiros ilegais.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.