Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Governo da Austrália quer abater cavalos selvagens

media O brumby é frequentemente comparado ao mustang, dos Estados Unidos. Getty Images/Auscape

O governo australiano anunciou que pretende abater os “brumbies”, espécie de cavalo selvagen que vive em parques naturais. A decisão é apresentada como uma medida para reduzir a população do animal, que estaria destruindo o ecossistema.

No parque nacional de Kosciusko, no sudoeste do país, as autoridades querem reduzir de 6 mil para 600 o número de cavalos selvagens. No entanto, as organizações de defesa do animal, considerado por muitos como um símbolo do país, contestam a decisão.

Para Jan Carter, presidente da associação "Save the brumbies", a medida é “injusta”, pois os cavalos não seriam os únicos a destruir o meio ambiente. “Eles são grandes, herbívoros, e pastam durante o dia, o que os torna mais visíveis que os demais”, explica. “Mas há outras animais que causam danos muito maiores, como os cães e porcos selvagens, que agem durante a noite e não são vistos pelas pessoas. Os brumbies acabam sendo responsabilizados pelos estragos provocados pelos demais”, completou a militante.

Carter explica que os cavalos selvagens já são abatidos a tiro e seus cadáveres são abandonados nos parques. Para ela, a solução seria instaurar um controle de natalidade por meio de campanhas de esterilização, uma estratégia rejeitada pelas autoridades.

"Mustangs australianos"

“O método já é adotado nos Estados Unidos com os mustangs : o governo cuida de tudo e a espécie é venerada e admirada no mundo inteiro”, comenta a ativista, que propõe que Camberra se inspire no modelo norte-americano.

Os australianos têm até o mês de junho para debater o projeto de redução da população de cavalos selvagens. Segundo estatísticas do governo, o país teria 400 mil brumbies.

O brumby é uma espécie oriunda do cruzamento de várias raças domésticas, abandonadas nos parques da Austrália no século 19. Desde então, eles desenvolveram um comportamento de animal selvagem e dificilmente são domados.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.