Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 13/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 13/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 13/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 13/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 12/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 12/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Europol detém 300 pessoas implicadas no tráfico de animais em 62 países

media Cartaz da operação da Europol contra o tráfico de animais. europol.europa.eu

A agência policial europeia Europol anunciou nesta quinta-feira (18) uma ampla operação internacional contra o tráfico de animais em 62 países. Os policiais apreenderam grandes quantidades de marfim, chifres de rinocerontes e ossos de baleias.

"A operação Cobra III, a mais importante já organizada contra o comércio ilegal de espécies ameaçadas, levou à apreensão de imensas quantidades de contrabando animal", indicou a Europol em um comunicado. Trezentas pessoas foram detidas, segundo a Asean-Wen, uma das associações que participa da operação e que reúne países do sudeste da Ásia.

Entre os detidos há um chinês envolvido em um vasto tráfico de chifres de rinoceronte na Namíbia, assim como um traficante de elefantes indiano.

A Europol anunciou a apreensão de mais de uma centena de chifres de rinoceronte, 1.439 animais (vivos e mortos), entre eles cavalos-marinhos, tartarugas e enguias, assim como 16 costelas de baleias que foram localizadas na Holanda.

Por países, foram apreendidos mais de 10 mil cavalos-marinhos e 400 tartarugas vivas na Grã-Bretanha, quatro toneladas de marfim na Tailândia (escondidas em contêineres provenientes da República Democrática do Congo) e onze toneladas de ossos de tigre na Índia.

"A investigação prossegue em muitos países", declarou a Europol. Segundo o diretor da agência, Rob Wainwright, a operação demonstra mais uma vez "a dimensão internacional desses crimes".

(Com informações da AFP)

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.