Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/07 15h00 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/07 15h00 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Grupo extremista Boko Haram sequestra 80 pessoas em Camarões

media Homem mostra cartaz pedindo o fim da ação do Boko Haram durante a chegada das tropas do Chade em Camarões. REUTERS/Emmanuel Braun

Cerca de 80 pessoas, entre elas várias crianças, foram sequestradas neste domingo (18) no norte de Camarões durante um ataque atribuído ao grupo de extremistas islâmicos nigeriano Boko Haram. Pelo menos três pessoas morreram durante a captura, que ocorreu um dia após as forças do exército de Chade terem chegado na região para tentar conter a ação dos terroristas.

O ataque ocorreu na manhã desde domingo no vilarejo de Mabass, perto da fronteira de Camarões com a Nigéria. Durante mais de duas horas o exército tentou impedir os extremistas, que revidaram com tiros. Segundo as primeiras informações divulgadas, cerca de 30 adultos e 50 jovens, entre 10 e 15 anos de idade, foram capturados. Um porta-voz do governo camaronês confirmou o episódio, que terminou com a destruição de pelo menos 80 casas.

O ataque acontece poucos dias após a Anistia Internacional ter denunciado novas atrocidades cometidas pelo grupo radical islâmico no noroeste da Nigéria. No início do mês, os extremistas mataram uma mulher no meio do parto e assassinaram centenas de moradores durante uma operação na região do Lago do Chade.

Boko Haram sequestrou centenas de meninas em 2014

O grupo terrorista Boko Haram ficou mundialmente conhecido após sequestrar, em abril do ano passado, 219 meninas no nordeste da Nigéria. Em outubro os extremistas islâmicos mataram 32 pessoas e capturam outras 185 em um vilarejo na mesma região.

Na sexta-feira (16), representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (Cedeao) chamaram a atenção para a necessidade de intervenção internacional contra o grupo terrorista, que tem devastado a Nigéria e está entrando nos países vizinhos.

O sequestro de Mabass acontece um dia após a chegada no norte de Camarões de um comboio de soldados vindos do Chade para tentar conter o grupo extremista. O presidente camaronês, Paul Biya, vinha pedindo ajuda da comunidade internacional para combater a ação do grupo Boko Haram, que atua principalmente na vizinha Nigéria. As forças armadas do Chade são consideradas como o exército mais eficaz dessa zona da África. 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.