Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Universitários em Hong Kong boicotam aula para protestar por democracia

media Milhares de estudantes de Hong Kong boicotam às aulas e fazem passeata nesta segunda-feira, 22. REUTERS/Tyrone Siu

Estudantes que militam pela democracia em Hong Kong começaram nesta segunda-feira (22) uma semana de greves. O protesto é motivado pela decisão da China de restringir o número de candidatos nas eleições locais.

Cerca de dez mil universitários vestidos de branco, a cor do luto na China, organizaram um protesto pedindo eleições livres na Universidade Chinesa de Hong Kong. Os estudantes também boicotaram as aulas. O motivo para o descontentamento dos universitários é a decisão do governo chinês de autorizar somente dois ou três candidatos pré-selecionados por uma comissão a disputar a eleição para o executivo local em 2017.

A decisão foi mal recebida pelos militantes pró-democracia que denunciam uma intromissão cada vez maior de Pequim na política de Hong Kong, que passou para administração chinesa em 1997. "Exigimos que o governo responda ao nosso chamado de endosso de candidatos civis", disse Alex Chow, líder da Federação de Estudantes de Hong Kong, um dos organizadores do boicote. Chow também pediu que os eleitores de Hong Kong "rejeitem as falsas eleições”.

Quase vinte anos após ter saído do status de colônia britânica, Hong Kong é regida por uma legislação especial conhecida como “Basic Law” que assegura um alto grau de autonomia em relação às demais províncias da China continental.

 

 

 

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.