Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Explosão em mina deixa mais de 200 mortos na Turquia

media A explosão em uma mina de carvão no leste da Turquia, deixou pelo menos 205 mortos e mais de 80 feridos. REUTERS/ Osman Orsal

O governo turco decretou na manhã de hoje (14) três dias de luto nacional após a explosão em uma mina de carvão que deixou ao menos 232 mortos, segundo novo balanço oficial. Os bombeiros trabalharam a noite inteira tentando resgatar centenas de mineiros que estavam na mina no momento do acidente. Esta é a pior catástrofe do setor de mineração na Turquia.

O novo balanço de mortos foi anunciado pelo primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan que visitou esta tarde a mina acidentada. Além dos 232 mortos, 80 mineiros ficaram feridos. As equipes de resgate conseguiram retirar com vida, até o momento, 363 dos 787 homens que estavam no local no momento da explosão.

De acordo com o ministério da Energia turco, as esperanças de se encontrar mais sobreviventes na mina de Soma, no oeste da Turquia, diminui com o passar das horas e o número de mortos ainda deve aumentar muito. Nesta manhã, mais seis mineiros foram resgatados. Mas, apesar do trabalho intenso das equipes de socorro, centenas de mineiros seguem presos no local.

Dificuldade de acesso

O acidente aconteceu na tarde de terça-feira (13). As primeiras investigações apontam que um transformador elétrico explodiu dentro da mina. A explosão provocou um desabamento e um incêndio que deixaram vários mineiros presos nas galerias. Muitos deles conseguiram escapar, mas uma galeria continua inacessível. Oxigênio está sendo injetado na mina para aumentar as chances de sobrevivência dos trabalhadores que ainda estão no local.

Em busca de informações, milhares de familiares e colegas de trabalho dos mineiros estão desde ontem em frente ao hospital de Soma, para onde os trabalhadores retirados da mina estão sendo transportados.

Acidentes frequentes

Acidentes deste gênero são frequentes na Turquia, onde muitas empresas privadas mineiras costumam não respeitar as normas de segurança. A companhia Soma Komur emitiu um comunicado, lamentando o acidente e indicando que segue todas as regras exigidas.

O Ministério turco do Trabalho e da Segurança Social, que é frequentemente acusado de negligência, informou que a mina passou por uma inspeção no dia 17 de março.

O primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdogan cancelou uma viagem de trabalho à Albânia para  visitar o local do acidente esta tarde. O governo prometeu não "fechar os olhos" e tomar todas as medidas necessárias para punir os culpados e evitar que novos dramas aconteçam.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.