Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Tempestade de neve deixa três mortos e mais de 500 feridos no Japão

media A região de Tóquio enfrenta uma de suas piores tempestades dos últimos 20 anos

Uma tempestade de neve atingiu a região de Tóquio neste sábado (8) deixando pelo menos três mortos e 500 feridos no Japão, segundo informações do canal público NHK. A circulação de trens e aviões foi interrompida e mais de 3.200 acidentes de carros foram registrados.

Segundo as autoridades japonesas, esta é a pior tempestade de neve dos últimos 20 anos. Ela também atingiu a ilha de Honshu, Hiroshima, no sudoeste, a região de Tohoku, no nordeste, e chegou até Kyoto, Osaka, Nagoya e Yokohama. Pelo menos 494 pessoas ficaram feridas em incidentes variados ligados à neve.

O serviço de meteorologia japonês divulgou um boletim alertando a população, pedindo que os habitantes da capital não deixassem suas casas. De acordo com a agência, também são esperadas fortes ventanias e uma ressaca no litoral pacífico, no leste do país.

A neve deve continuar a cair até amanhã, dia de eleições em Tóquio. Mais de 11 milhões de pessoas devem ir às urnas para escolher o novo governador da província neste domingo.

Circulação de trens e metrô é interrompida

Mais de 742 voos foram cancelados, e a circulação do metrô e dos trens interrompida, atingindo centenas de milhares de passageiros, segundo a imprensa japonesa.

Em Hiroshima e Kagawa, dois aeroportos foram fechados. Diversas universidades também foram obrigadas a fechar as portas. Além disso, 44 mil casas também ficaram sem eletricidade no centro e no leste da ilha de Honshu, segundo a imprensa local.

Os acidente de carros também se multiplicaram com o mau tempo, por conta das pistas escorregadias. Segundo as autoridades, pelo menos 3 mil motoristas se envolveram em incidentes nas estradas do país.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.