Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Mundo

Xi Jingping é oficialmente eleito presidente pela Assembleia da China

media Aos 59 anos, Xi Jinping sucede a Hu Jintao na presidência da China. REUTERS/China Daily

O parlamento chinês elegeu nesta quinta-feira, 14 de março de 2013, Xi Jingping como novo presidente da república. Trata-se de uma formalidade que conclui o processo de transição política iniciado em novembro do ano passado.

Aos 59 anos, Xi Jinping, secretário-geral do Partido Comunista da China e sucessor de Hu Jintao, vai presidir a segunda potência mundial e o reformista Li Yuanchao foi nomeado o vice-presidente do país. Amanhã, sexta-feira, a Assembleia Nacional Popular chinesa deve indicar Li Kaqiang para o cargo de primeiro-ministro no lugar de Wen Jiabao. As votações acontecem no Grande Palácio do Povo, em Pequim, durante a reunião anual do parlamento chinês.

Eleito para chefiar o Partido comunista chinês em novembro, Xi Jinping estava automaticamente destinado a assumir a presidência, já que todos os órgãos do Estado chinês estão submetidos ao partido único. Ele vai dirigir a China pelos próximos dez anos. Sua primeira visita oficial como presidente será a Moscou no final do mês. O presidente russo felicitou esta manhéa Xi Jinping por sua eleição, ressaltando a parceria estratégica entre os dois países.

O novo presidente chinês também acumula a direção da poderosa comissão militar central, o órgão que dirige o exército chinês.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.