Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 15/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 15/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 15/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 15/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 14/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 14/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Tragédia de Fukushima divide especialistas sobre futuro da energia nuclear

Tragédia de Fukushima divide especialistas sobre futuro da energia nuclear
 
Helicópteros jogam água para tentar resfriar reatores da usina de Fukushima. Reuters

Os olhos de todo o mundo acompanham com preocupação e angústia o que acontece na central nuclear de Fukushima, fortemente atingida pelo terremoto da última sexta-feira no Japão. O tremor de terra de 8,9 na escala Richter e a tsunami que se seguiu provocaram uma paralisação imediata do complexo nuclear de Fukushima Daichii, que fica na região nordeste do Japão.

Nos dias seguintes, uma combinação de explosões, acidentes e dificuldades em resfriar os reatores foram agravando a situação até evoluir para um alerta de um risco grave de uma nova catástrofe nuclear. O mundo inteiro passou a temer uma tragédia como a de Tchernobyl, o acidente nuclear de 1986 na Ucrânia, que deixou 25 mil mortos e espalhou radioatividade para o continente europeu.
 

Assim que o acidente no Japão ganhou contornos de catástrofe nuclear, o uso dessa tecnologia atômica para produção de energia voltou a ser alvo de debates polêmicos em todo o mundo e especialistas se dividem sobre o futuro desta importante alternativa para diversificação da matriz energética de muitos países.
 

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.