Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Geral

Helicóptero bate no topo de prédio em Nova York e deixa ao menos um morto

media Helicóptero fez uma aterrissagem brutal no topo do edifício de 54 andares sob uma chuva torrencial e muita neblina REUTERS/Brendan McDermid

Um helicóptero fez uma aterrissagem de emergência nesta segunda-feira (10) no topo de um arranha-céu em Manhattan. O aparelho pegou fogo, deixando um morto, informaram as autoridades de Nova York.

A polícia nova-iorquina informou em sua conta de Twitter que o helicóptero fez uma aterrissagem brutal no topo do edifício de 54 andares. O prédio abriga a sede do banco francês BNP Paribas.

Sob uma chuva torrencial e muita neblina, o helicóptero bateu contra o arranha-céu situado no número 787 da Sétima Avenida, entre as ruas 51 e 52, relataram os bombeiros. "O fogo foi apagado. Atualmente há uma vítima fatal confirmada", tuitaram as autoridades da cidade.

O edifício e as ruas nos arredores foram evacuados. Segundo testemunhas, não houve pânico e em cerca de meia hora o prédio já havia sido esvaziado. 

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, que foi até o local do acidente, disse que não havia sinais de que se tratasse de um atentado terrorista. Ele acrescentou que havia "vítimas" a bordo do helicóptero – sugerindo que o piloto foi a pessoa morta – e que houve um breve incêndio, mas que ninguém no prédio tinha ficado ferido.

"A informação preliminar é que houve um helicóptero que fez uma aterrissagem forçada, pouso de emergência ou aterrissou no telhado do prédio por uma razão ou outra", disse Cuomo. "As pessoas que estavam no prédio disseram que sentiram o edifício tremer”, afirmou o governador.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, confirmou logo em seguida que o acidente deixou um morto. Ele também declarou, durante uma entrevista coletiva, que a hipótese de um ataque terrorista não estava sendo cogitada. "Por enquanto não há nenhum tipo de ameaça ou perigo para os nova-iorquinos", garantiu o prefeito, antes de dizer que as investigações continuam. 

O tráfego da Sétima Avenida foi interrompido na zona do acidente, que ocorreu por volta das 14h00 no horário local (16h00 em Brasília).

(Com informações da AFP)

 
O tempo de conexão expirou.