Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 17/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 17/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 16/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 16/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 16/07 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

Brasil e EUA disputam posse de maior esmeralda do mundo

media Esmeralda Bahia, alvo de disputa entre o Brasil e os EUA, é a maior pedra preciosa do mundo e . Instigatorium/pt-br.facebook.com

Um juiz americano da Corte de Los Angeles (EUA) rechaçou nesta segunda-feira (30) o pedido do governo brasileiro para suspender uma ação judicial envolvendo uma esmeralda de 38 quilos encontrada em 2001 na Bahia. A pedra, de 180 mil quilates e valor estimado em US$ 400 milhões, é, segundo o governo brasileiro, a maior esmeralda do mundo.

O Brasil afirma que a esmeralda, considerada a maior do mundo, é um "tesouro nacional" que pertence ao patrimônio do país. Com esse argumento, Brasília pediu às autoridades americanas, em setembro do ano passado, o retorno da pedra para ser exposta no Museu Nacional, no Rio de Janeiro.

A gema foi levada por um geólogo para a Califórnia em 2005 e passou a ser disputada, a partir de 2009, por compradores de pedras e pelo grupo americano FM Holdings. Desde então, a esmeralda, de acordo com o governo brasileiro, se encontra em um condado de Los Angeles, guardada pelo xerife local.

Para Michael Johnson, juiz americano responsável pelo caso, o governo brasileiro demorou a se interessar pela propriedade da pedra. O magistrado aconselha as autoridades brasileiras a resolverem esse contencioso por meio da Justiça e, não, é pela via diplomática. O juiz recomenda ainda que o Brasil faça um pedido formal para repatriar a jóia rara.

Esmeralda quase foi perdida após a passagem do furacão Katrina

Segundo o jornal Los Angeles Times, após ser encontrada na Bahia, a esmeralda foi levada para São Paulo. Em 2005, foi transportada para os Estados Unidos por um geólogo da Califórnia. Ele afirma ter enviado a pedra a Nova Orleans, onde permaneceu desaparecida por várias semanas após as inundações provocadas pelo furacão Katrina, em agosto de 2005.

Depois de ser resgatada na água, a esmeralda terminou nas mãos do empresário californiano Larry Biegler, que comunicou seu desaparecimento em 2009. Uma investigação liderada pelo xerife do condado de Los Angeles localizou finalmente a gema em Las Vegas, em posse dos sócios do grupo FM Holding.

 O juiz afirmou que o Brasil ainda pode apelar da decisão e mostrar documentos que provem que o país é o proprietário legítimo da pedra para tentar repatriá-la.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.