Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 15/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 15/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 15/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 15/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 14/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 14/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Geral

Alfândega francesa faz apreensão de drogas em carro do Vaticano

media Vista aérea do Vaticano. Reuters/Alessandro Bianchi

Um posto alfandegário na região de Savoie, no leste da França, apreendeu 4 quilos de cocaína e 200 gramas de haxixe em um carro que pertence à Santa Sé. O Vaticano confirmou a propriedade do veículo, mas negou envolvimento com tráfico de drogas.

Neste domingo (14), agentes alfandegários da França em um pedágio na cidade de Chambéry apreenderam uma quantidade importante de drogas em um carro com placa matriculada no Vaticano. Dois homens foram presos a bordo do veículo que pertenceria ao cardeal argentino Jorge Maria Mejia, 91 anos, bibliotecário emérito da Santa Sé.

Em uma nota divulgada na agência I.MEDIA, as autoridades do Vaticano confirmam que o carro, de fato, pertence à frota diplomática da Santa Sé, mas reiteraram que “nem o Estado nem qualquer representante está diretamente envolvido” nessa suspeita de tráfico de drogas.

Segundo informações da rádio francesa RTL, dois italianos de 30 e 41 anos foram detidos e cumprem prisão preventiva. Na próxima quinta-feira, eles participam de uma audiência diante da Justiça local.

Os pacotes de cocaína e haxixe estavam em sacolas de viagem e em malas. De acordo com fontes próximas do caso, os dois suspeitos não usavam passaporte diplomático. O secretário particular do cardeal Mejia declarou que o carro havia sido entregue no final de semana passado a dois homens para uma revisão técnica. A polícia trabalha com a hipótese de que eles tenham viajado até a Espanha para comprar a droga com o intuito de comercializá-la posteriormente.

 

 

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.