Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 13/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 13/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 13/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 13/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 12/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 12/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Mentira vira tema de livro de psicóloga francesa

Por
Mentira vira tema de livro de psicóloga francesa
 
O boneco Pinocchio, condenado a ter todas suas mentiras descobertas. Niccolo Caranti/FLICKR

Para o bem ou para o mal, todo mundo mente. Dizer que não, já é uma mentira. Dizer que você é um mau mentiroso, também é mentira. Na verdade, nem 20% das 2,5 mentiras que a gente conta por dia são detectados, de acordo com a média levantada pela psicóloga Claudine Biland, autora do livro "Psychologie du Menteur" (Psicologia do Mentiroso, em tradução livre). Mas isso não significa que somos todos mitomaníacos, até porque mitomania não é a "doença da mentira", mas a mentira consciente. O mitomaníaco é aquela pessoa que sabe que mente e insiste na história.

A mentira tem também seu papel social. Não serve só para "melhorar" histórias capengas, parecer mais interessante do que se é de fato ou levar vantagem em cima de alguém. Há também aquela mentira "altruísta", que as pessoas contam para levantar o moral de alguém que está abatido, por exemplo. Claudine Biland conversou com a RFI francesa e você pode ouvi-la no programa de Saúde desta quarta-feira, 8 de maio.
 


Sobre o mesmo assunto

  • França/Próteses

    França retira do mercado próteses de quadril e joelho não certificadas

    Saiba mais

  • França/Saúde

    Jovens entre 15 e 18 anos terão anticoncepcionais de graça na França

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.