Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 24/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 24/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 24/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 24/08 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 24/08 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 24/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Consumo de insetos reduz danos ambientais de produção de carne

Consumo de insetos reduz danos ambientais de produção de carne
 
Os chocolates produzidos pela empresa francesa Micronutris são finos e muito bonitos. mangeons-des-insectes.com

Uma apetitosa salada de queijo com insetos variados, uma deliciosa torta de bacon com larvas, e de sobremesa, crepe de gafanhoto caramelizado. Este menu provoca repulsa? Saiba que ele poderá estar nos cardápios nos próximos anos, na medida em que os impactos ambientais da produção de carne incomodam cada vez mais os ecologistas, e a carne se torna muito mais cara do que é hoje.

Os adeptos desta forma peculiar de alimentação apostam que, na medida em que o mundo tiver que se adaptar à escassez de pastos para a criação de animais, as pessoas vão se acostumar com a presença de insetos e vermes no prato. Bruno Parmentier, diretor da Escola Superior de Agricultura de Angers, lembra que assim como hoje os europeus devoram o dobro de carne do que há 50 anos, nada impede que daqui a mais cinquenta o hábito de comer gafanhotos ou baratas será banal, assim como já acontece na Ásia. Ele explica que o consumo de gado ou galinhas é diretamente ligado à riqueza e o desenvolvimento dos países, e como países emergentes como a China e a India estão gostando cada vez mais de comer mais carne, este ritmo vai se tornar insustenável a longo prazo.

A Organização Mundial para a Alimentação e a Agricultura recomenda que os países aumentem os investimentos em pesqusas de produção de insetos. Foi justamente porque União Europeia decidiu incentivar este setor que o empresário francês Cédric Auriol começou a criar insetos para a alimentação, impulsionado pela preocupação com o meio ambiente. Apesar de entusiasmado, Auriol admite que a resistência dos franceses aos seus produtos ainda é grande.


Sobre o mesmo assunto

  • Brasil/ pecuária

    OIE reitera que carne do Brasil tem “risco insignificante” de vaca louca

    Saiba mais

  • China/Escândalo

    China vai investigar pílulas fabricadas com restos de carne humana

    Saiba mais

  • Saúde

    Estudo mostra que carne vermelha aumenta risco de diabetes

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.