Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Geral

Hollande vai propor nacionalização temporária de fábrica da Arcelor Mittal

media Os altos fornos de Florange, em fot de 2011. RFI/Daniel Vallot

A polêmica envolvendo o governo francês e a Arcelor Mittal, a gigante mundial do setor siderúrgico, sobre o futuro de uma parte da empresa está nas manchetes dos principais jornais do país nesta terça-feira. No centro das discussões estão os altos fornos de Florange que o grupo indiano quer vender por não ser mais rentável, mas o governo recusa e pode até propor a nacionalização de uma parte da empresa para preservar a produção e os empregos.

Segundo o jornal Le Figaro, a proposta de tomar o controlar temporariamente dos altos fornos de Florange será apresentada hoje pelo presidente francês François Hollande durante encontro no Palácio do Eliseu com o indiano Lakshmi Mittal, principal acionista da Arcelor Mittal que tem várias atividades na França e emprega 20 mil pessoas.

O encontro é de alto risco e deve acontecer em um clima deplorável, escreve o jornal. Isso porque a Arcelor Mittal quer vender apenas as atividades não rentáveis do grupo, como a produção do aço bruto, que emprega 630 pessoas em Florange.

O grupo quer conservar apenas a transformação do produto usado na indústria automobilística, explica o Libération. O governo diz que encontrou pelo menos dois compradores mas eles exigem assumir todas as atividades da Arcelor Mittal na França, o que chefão da empresa não aceita, avisa o jornal.

O econômico Les Echos diz que a reunião entre Hollande e Lakshmi Mittal será de explicações. O grupo, segundo o jornal, se defende dizendo que cumpriu todas as suas promessas quando comprou os Altos fornos de Florange e ainda permitiu uma sobrevida de dois anos a uma outra usina de produção que deveria ter fechado as portas.

Les Echos informa ainda que a família Mittal ficou extremamente chocada com as declarações do ministro da Reforma Produtiva, Arnaud Montebourg, de que a França não queria a Arcelor Mittal no país.

Crise Imprensa

O católico La Croix traz uma extensa reportagem sobre a crise que atinge todo a imprensa europeia. Vários jornais estão em uma situação delicada mas evoluções estão em curso como a passagem do papel para a internet, informa o jornal.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.