Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

Casino assumirá controle exclusivo do Grupo Pão de Açúcar

media Fachada de loja do grupo Casino em Paris Flickr/Ludo29880

O varejista francês Casino anunciou hoje que exerceu a opção de compra de uma ação ordinária da Wilkes, holding do Grupo Pão de Açúcar, o que lhe permite assumir o controle da filial brasileira. Até agora, a Wilkes era controlada conjuntamente pelos franceses e pelo empresário brasileiro Abílio Diniz. Com a compra desta ação ordinária, o Casino passa a deter a maioria das ações com direito a voto.

Mas a novela envolvendo as duas companhias ainda pode ter um novo episódio: Diniz, atual presidente do conselho do GPA, tem a primeira opção de venda. Isso quer dizer que, até 22 de agosto, ele pode exigir que o Casino compre um milhão de ações ordinárias da Wilkes. Isso retardaria o processo, mas não impediria a tomada do controle por parte do grupo francês.

O Casino também informou que pretende nomear o presidente-executivo de seu Conselho de Administração, Jean-Charles Naouri, para o comando da Wilkes. De acordo com o comunicado, a eleição de Naouri, que acontece na Assembleia Geral da Wilkes de 22 de junho, muda a estrutura de governança corporativa do Grupo. Na mesma Assembleia, os franceses indicarão a maioria do Conselho de Administração do Pão de Açúcar.

O Casino é sócio do Pão de Açúcar desde 1999, mas foi nos últimos anos que a operação brasileira ganhou peso, com a estagnação da economia europeia. A queda de braço entre o grupo francês e Abílio Diniz pelo controle da empresa se acirrou em 2011, quando o brasileiro tentou realizar uma fusão com o concorrente Carrefour. A operação foi anulada duas semanas depois de anunciada, sob uma chuva de críticas do próprio Casino e a desconfiança de irregularidades no apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.