Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/04 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/04 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/04 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/04 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/04 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/04 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Geral

Cúpula das Florestas cria "clube" para proteger biodiversidade

media Cerca de 70% da biodiversidade mundial está localizada em países de terceiro mundo. www.3bassinsforestiers.org

O encontro, realizado na República Democrática do Congo, reuniu representantes de 32 países tropicais, entre os quais o Brasil, para discutir novas políticas ambientais em que prevaleça a proteção da biodiversidade.

Victória Álvares, em colaboração para RFI

Termina nesta sexta-feira a primeira Cúpula das Florestas Tropicais que reúne em Brazaville, na República Democrática do Congo, representantes de 32 países tropicais. O evento foi uma iniciativa do ministério do Meio Ambiente congolês, que pretende colocar novamente a biodiversidade no centro do debates sobre a proteção das 3 principais florestas tropicais (Congo, Amazônia e Borneo-Mekong), que representam juntas 80% das florestas tropicais do mundo e dois terços da biodiversidade na Terra.

O ministro congolês do Meio Ambiente, José Endundo Bononge, afirmou que pretende criar um “clube” composto dos 32 países presentes, que “falará de uma só voz”. Para ele, a parceria com novos aliados, como o Brasil e a Indonésia, é de extrema importância na luta por novas políticas globais de meio ambiente. Bononge afirma que a proteção dessas áreas é responsabilidade de todos. “É preciso que todos os países se mobilizem pela preservação das florestas tropicais, pois suas riquezas são um bem público mundial”, disse ele. 

Segundo o secretário da Convenção sobre a Biodiversidade, Oliver Hillel, “70% da biodiversidade mundial está localizada em países de terceiro mundo”, por isso ela é uma das bases para o desenvolvimento dessas nações, cujo grande desafio é desenvolver-se sem tocar nas florestas, que são indispensáveis para a humanidade.

O ministro africano compartilha a mesma opinião: “A África vai se desenvolver preservando a sua floresta! O desenvolvimento é, sim, compatível com a biodiversidade da bacia do Congo e a proteção de nossos recursos naturais”. A República Democrática do Congo possui 75% do território das florestas da Bacia do Congo e 50% das florestas africanas.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.