Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/09 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Jovem com look andrógino é favorito para representar França no Eurovisão

media Bilal Hassani deve representar a França no Eurovision 2019 Captura de vídeo

Aos 19 anos, o francês de origem marroquina tem 689 mil seguidores no You Tube, 260 mil no Instagram e 7100 no Facebook. Ele foi descoberto pelos produtores do programa “The Voice Kids”, do canal TF1, do qual participou quando tinha apenas 15 anos. Ele é um dos favoritos para representar a França no próximo Festival Eurovision, que acontece em maio em TelAviv.

A vaga para o Eurovision será decidida no próximo dia 26 de janeiro, entre 18 artistas, mas a disputa já parece ter seu vencedor por antecipação: desde que Bila Hassani divulgou sua música “Rei” no You Tube, no dia 4 de janeiro, restam poucas dúvidas sobre seu favoritismo: o vídeo já teve mais de 1,4 milhões de visualizações – bem além de todos os seus concorrentes. “Minha diferença é que muita gente me critica, diz coisas abomináveis e tenta me rebaixar, mas eu sigo de cabeça erguida e sigo adiante, porque prefiro continuar positivo”, diz Bilal em seu vídeo.

O francês não passa despercebido com seu look andrógino, que inclui perucas e maquiagem. Bila Hassani é um personagem único, que conta sua vida no You Tube. Sua frase de introdução “Bonsoirrrrr Paris!” (Boa Noite Paris), se tornou cult na rede. Ao jornal “20 Minutos”, ele contou que canta desde pequeno. “Sempre fui apaixonado por música e dança. Há dois anos, comecei a compartilhar um pouco da minha vida na Internet”, contou.

Sua popularidade atingiu o ápice neste ano, depois de publicar releituras de sucessos, como “Djada” d’Aya Nakamura, na plataforma. Até mesmo a cantora Janet Jackson compartilhou um de seus vídeos no You Tube.

Assédio homofóbico na Internet

Em novembro do ano passado, o jovem foi vítima de ataques homofóbicos na Internet. Homossexual, ele contou sua história no You Tube. O vídeo se chama “Expulso da escola porque sou gay”. O jovem diz que as críticas não podem “impedir essa louca experiência que me preparo para viver, não vou perder tempo com trolls na Internet.”

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.