Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/09 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Forte explosão em padaria deixa 36 feridos em Paris

media Explosão destruiu o térreo de imóvel onde padaria estava instalada. REUTERS/Benoit Tessier

Uma violenta explosão ocorrida em uma padaria do 9º distrito de Paris na manhã deste sábado (12) deixou 36 pessoas feridas, das quais cinco em estado gravíssimo e sete em estado grave. A explosão destruiu o térreo do imóvel e gerou um incêndio até o primeiro andar.

O estrondo, ocorrido por volta de 9h (6h em Brasília) em um bairro residencial da capital francesa, causou estragos em prédios vizinhos, que tiveram de ser evacuados pelos bombeiros. Com o impacto, as vitrines de várias lojas vizinhas quebraram-se. A região, coberta por uma densa nuvem de fumaça, foi isolada pela polícia.

A polícia privilegia a hipótese de que um escapamento de gás causou o acidente. Os bombeiros realizavam uma intervenção no local devido a um escapamento quando ocorreu a explosão, na rua Trévise.

Os feridos começaram a ser atendidos no local, e a maioria foi atingida na cabeça. Três dos cinco feridos gravíssimos são bombeiros. A padaria, que estava fechada na manhã deste sábado (12), ficou completamente destruída.

Moradora relata pânico

“Estávamos dormindo quando fomos acordados pelo impacto. Todas as janelas do apartamento se quebraram e as portas que estavam abertas se desprenderam”, conta Claire Sallavuard, moradora do imóvel atingido. “Tive de caminhar em cima da porta do meu quarto para sair e os meus filhos entraram em pânico porque o quarto deles ficou bloqueado”, afirma a mulher, à agência AFP.

O ministro do Interior, Christophe Castaner, e o procurador de Paris, Rémy Heitz, foram até o local para acompanhar a situação.

Com informações da AFP

 
O tempo de conexão expirou.