Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Polícia francesa prende 17 migrantes em porto do Canal da Mancha

media Porto de Boulogne-sur-Mer, no norte da França (Foto de arquivo) Creative Commons CC0

Dezessete migrantes foram detidos no norte da França quando tentavam sair do porto de Boulogne-sur-Mer a bordo de um barco de pesca roubado para chegar ao Reino Unido, informaram fontes judiciais nesta terça-feira (1).

“As pessoas que estavam ajudando os migrantes estavam soltando o barco” quando a capitania alertou as autoridades francesas, explicou o procurador da República, Pascal Marconville, confirmando uma informação do jornal La Voix du Nord.

Segundo o magistrado, os dezessete migrantes, incluindo uma mãe e seus dois filhos, disseram ser iraquianos. Eles foram apresentados às autoridades, que poderão decidir pela expulsão do território francês e a obrigação de ficar em um centro de retenção administrativa.

“Após a investigação da polícia fronteiriça (PAF), não identificamos no barco nenhum coiote (agente que conduz os migrantes pelas áreas de fronteira, mediante pagamento). Eram pessoas que estavam aguardando o melhor momento para fazer a passagem”, completou Marconville, que iniciou uma nova investigação.

No entanto, a PAF acredita que os coiotes que arranjaram a embarcação roubada fugiram do local. “O número de coiotes pode ser alto, esse tipo de organização é piramidal”, ressaltou o magistrado, destacando que “foi possível interceptar o barco, antes mesmo que ele saísse do porto, o que mostra como o trabalho de vigilância está funcionando”.

Travessias estão aumentando

Em meados de novembro, um outro barco de pesca que havia sido roubado foi interceptado perto da costa britânica. No dia 23 de dezembro, uma segunda embarcação foi detida com 16 migrantes perto de Boulogne-sur-Mer.

As tentativas de travessia do canal da Mancha, na maioria das vezes em pequenos botes, aumentaram consideravelmente nas últimas semanas. Desde dezembro, centenas de pessoas foram resgatadas no mar pelas autoridades francesas ou britânicas.

Tentando trazer uma resposta ao problema, os ministros do Interior britânico e francês concordaram no domingo (30) em melhorar a colaboração bilateral, com um “plano de ações reforçado” que será iniciado nas próximas semanas.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.