Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 25/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 25/04 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 25/04 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 25/04 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 25/04 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 25/04 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 24/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 24/04 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Com autor de ataque de Estrasburgo em fuga, França é colocada em estado de emergência

media Policiais patrulham feira de Natal de Estrasburgo nesta quarta-feira (12). REUTERS/Vincent Kessler

O autor do ataque que deixou três mortos e 13 feridos em Estrasburgo, nordeste da França, continua em fuga nesta quarta-feira (12). O homem abriu fogo contra frequentadores de uma feira de Natal da cidade na noite de terça-feira (11) e conseguiu escapar após trocar tiros com soldados no local.

"As buscas continuam", indicou o secretário francês de Estado do Interior, Laurent Nunez à rádio France Inter nesta quarta-feira. Segundo ele, o agressor pode ter fugido da França para a Alemanha. Por isso, as fronteiras do país foram fechadas após o ataque.

O suspeito, Chérif C., de 29 anos, tem passagem pela prisão por delitos sem relação com o terrorismo, mas é registrado pelo serviço de inteligência como "ficha S", como são classificados os potenciais terroristas na França.

"Ele tem um registro importante na polícia. Foi detido diversas vezes e sua radicalização aconteceu na prisão, sem jamais dar sinais que passaria ao ato. Ele fazia parte dos 'ficha S' e era acompanhado pelos serviços de inteligência", afirmou o secretário francês de Estado do Interior.

Nunez salientou que a motivação do ataque não é conhecida até o momento. A seção antiterrorista da Promotoria de Paris está a cargo da investigação por "assassinatos, tentativas de assassinatos relacionadas a grupo terrorista e associação criminosa para atos terroristas".

Estado de emergência

A França foi colocada nesta quarta-feira em "estado de emergência de atentado", enquanto 420 policiais e militares realizam uma vasta busca ao autor do ataque. A medida implica no controle reforçado nas fronteiras e nas feiras de Natal em toda a França para evitar o risco de repetição de ataques.

Na manhã desta quarta-feira, as forças de segurança realizaram uma intervenção nos arredores da Catedral de Estrasburgo, no centro da cidade. Mas as autoridades não deram maiores detalhes sobre essa operação. A feira de Natal está fechada sem previsão de ser reaberta.

Segundo o prefeito de Estrasburgo, Roland Ries, as vítimas são na maioria homens, entre eles, um turista tailandês. "Algumas pessoas foram atingidas por balas na cabeça", declarou Ries à TV francesa. Nenhuma criança está entre os mortos ou feridos. Cinco pessoas continuam internadas em estado grave.

Agressor foi ferido em troca de tiros

O homem entrou armado na célebre feira de Natal de Estrasburgo e abriu fogo contra os frequentadores na noite de terça-feira. Uma patrulha local da operação Sentinela, especializada em terrorismo, agiu rapidamente e chegou a ferir o agressor. Mas ele fugiu da região do ataque.

O secretário francês de Estado do Interior também revelou que policiais estiveram na casa de Chérif C. na manhã de terça-feira no âmbito de uma investigação sobre uma tentativa de homicídio. O suspeito não estava presente, mas cinco pessoas foram detidas dentro desta operação.

Segundo Nunez, essa intervenção pode ter motivado o agressor a realizar o ataque. "Mas é preciso ser prudente ao falarmos de atentado de terrorista", reiterou.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.