Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 24/05 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 24/05 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 24/05 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/05 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/05 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/05 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/05 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Paris vai abrigar sem-tetos em prédio histórico da prefeitura

media Foto de um dos salões do Hotel de Ville, sede da prefeitura de Paris Association Coup de soleil

Diante da falta de abrigos na capital francesa, Paris decidiu abrir as portas da prefeitura da cidade para os sem-teto da cidade durante o inverno. A decisão foi tomada pela prefeita Anne Hidalgo, que fez o anúncio em uma entrevista ao “Journal du Dimanche” neste domingo (14).

Segundo a prefeita, mulheres sem-teto, vítimas frequentes de violência na rua, serão o alvo da medida. Dois salões do prédio histórico situado em Hotel de Ville, no 3° distrito da capital, serão transformados em abrigos temporários, onde de 50 a 100 pessoas poderão passar a noite. Serão instaladas camas, dormitórios e banheiros.

De acordo com Anne Hidalgo, várias subprefeituras da cidade, dirigidas por partidos de direita ou esquerda, adotaram a ideia. Mais de 3.000 pessoas vivem nas ruas de Paris, segundo um censo realizado em fevereiro deste ano.

Desde então, 800 abrigos de urgência foram abertos na capital, e outros 700 devem ser inaugurados até o início de 2019. “O Estado agora deve se encarregar de abrir outros albergues”, disse a prefeita de Paris, que também vai solicitar imóveis vazios e outros que pertencem à cidade.

Prefeitura pede que empresas cedam locais

Anne Hidalgo também fez um apelo para que as empresas colocassem à disposição da população mais pobre locais que estão desocupados e que o governo investisse em um verdadeiro centro de recepção para os desabrigados. No fim de março, uma estrutura parecida fechou as portas em La Chapelle, no centro da cidade.

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.