Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 12/12 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 12/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 12/12 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 11/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 11/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 11/12 14h00 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 09/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 09/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Paris registra segunda agressão homofóbica em menos de um mês

media Polícia conseguiu deter os suspeitos rapidamente com a ajuda das câmeras de vigilância. REUTERS/Philippe Wojazer

Dois homens foram agredidos quando se beijavam em uma rua de Paris neste fim de semana. Esse foi a segundo ataque de cunho homofóbico em menos de um mês na capital francesa.

A agressão ocorreu na noite de sábado (6) no 19° distrito de Paris. Os dois homens de cerca de 60 anos foram atacados quando se beijavam em uma rua desse bairro popular do nordeste da capital.

Segundo a polícia, as vítimas foram insultadas por dois jovens que passavam pela calçada. Em seguida, o casal foi alvo de socos e pontapés.

Os agressores fugiram de bicicleta, mas o episódio foi filmado pelas câmeras de vigilância do bairro e um deles foi preso rapidamente. Na manhã desta segunda-feira (8), um segundo suspeito foi detido.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, reagiu ao episódio e condenou a agressão. “Chamo a atenção de todos para esse aumento de atos homofóbicos em Paris e na França. Não podemos ficar indiferentes”, declarou em sua conta no Twitter.

Esse é o segundo ataque do gênero na capital francesa em menos de um mês. No final de setembro, o ator Arnaud Gagnoud foi agredido quando abraçava o namorado em frente a um teatro de Paris na noite de 18 de setembro. Ele postou nas redes sociais uma foto na qual mostra os ferimentos e relatou o ato homofóbico.

Um estudo divulgado no mês de maio pela associação SOS Homofobia revelou que as agressões homofóbicas aumentaram na França pelo segundo ano consecutivo. Em 2017, 1.650 denúncias foram registradas, 4,8% a mais que no ano anterior.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.