Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 17/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 17/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

França: homem de 88 anos é hipnotizado e operado do coração sem anestesia

media Imagem de Achille Courtois sendo operado sem anestesia. Captura de vídeo

A cirurgia aconteceu no Hospital Universitário de Lille, no norte do país, há cerca de uma semana. O francês, de 88 anos, substituiu uma válvula na aorta e já retomou suas atividades de rotina.

Menos de uma semana depois da operação, o francês Achille Courtois já está de pé, em seu sua horta. Ele é o protagonista de um feito da Ciência: para evitar a anestesia geral, que pode colocar em risco pacientes idosos, a equipe de cardiologistas do hospital francês optou pela hipnose.

Durante a cirurgia, uma enfermeira especializada no método conduziu o paciente a esse estado de consciência alterada, no qual ele é altamente sugestionável.

No caso de Achille, enquanto os médicos operavam seu coração, ele foi transportado para jardins e momentos em viagens, com a ajuda da profissional. Ele ficou acordado durante todo o procedimento, e afirma não ter sentido dor, apenas os movimentos feitos pelo cirurgião para costurar seu peito.

Recuperação rápida e sem efeitos colaterais

Segundo a equipe, sem a anestesia, a recuperação do paciente foi rápida sem efeitos colaterais, como o excesso de sonolência. E, naturalmente, sem o risco de reações mais graves, mais comuns em idosos, como uma parada respiratória.

Segundo pesquisas, 80% dos pacientes são sensíveis à hipnose. O hospital de Lille, aliás, já anunciou que tentará uma nova experiência com outro paciente na próxima semana.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.