Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Governo francês repudia fake news sobre educação sexual na pré-escola

media Notícias falsas alertam para educação sexual na pré-escola francesa. AFP PHOTO / ERIC CABANIS

Falsas informações viralizaram na Internet nos últimos dias sobre cursos de educação sexual na pré-escola na França, a partir do início do novo ano letivo, em setembro. Documentos ilegítimos e vídeos conspiracionistas pululam na rede a respeito de um suposto perigo à espreita das crianças na próxima semana.

O vídeo de uma mulher que se diz mãe de família foi visto mais de um milhão de vezes em uma semana no Facebook. Ela afirma que práticas sexuais vão ser ensinadas às crianças desde a pré-escola. No entanto, todas as informações contidas no vídeo são falsas.

Para começar, a jovem “mãe de família” menciona a lei contra violências sexuais e sexistas apresentada por Marlène Schiappa, secretária do governo para a igualdade entre homens e mulheres. O texto, promulgado no último dia 3 de agosto, não aborda a questão da educação sexual.

Masturbação e práticas sexuais

Schiappa na verdade anunciou uma circular, onde ela pede que seja melhor aplicada uma lei de 2001, que prevê três sessões de educação sexual por ano, da escola primária ao ensino médio. Ou seja, nenhuma relação sobre aulas de sexualidade para crianças de quatro anos da pré-escola.

“É um absurdo falar em masturbação ou qualquer outra prática sexual a crianças, muito menos quando elas têm quatro anos”, declarou Schiappa durante uma sessão Facebook live organizada pelo partido governista LREM, em resposta a questões de internautas.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.