Ouvir Baixar Podcast
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 21/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/10 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 20/10 09h33 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/10 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Com Neymar de volta, PSG bate Monaco na final da Supercopa da França

media Neymar comemora vitória do PSG contra o Monaco, na partida que marcou seu retorno aos gramados defendendo o time parisiense, cinco meses após sua lesão REUTERS/Bobby Yip

Neymar voltou a defender o Paris Saint-Germain em um jogo oficial, neste sábado (4) em Shenzen, na China. Essa foi a primeira partida do atacando pelo time francês após seu afastamento durante cinco meses. A equipe parisiense venceu o Monaco por 4 a 0, mas o brasileiro não marcou nenhum gol.

O camisa 10 começou a disputa no banco de reservas, e só entrou no jogo aos 30 minutos do segundo tempo. A partida contra o Monaco decidia a Supercopa Francesa.

Neymar entrou em campo no lugar do italiano Marco Verratti, quando sua equipe já vencia por 3 a 0. No dia anterior, o técnico alemão Thomas Tuchel advertiu que não queria "correr o menor risco" com o atleta, que voltou aos treinos na quinta-feira (2) depois das férias após o final do mundial russo.

O craque ainda viu o argentino Angel Di Maria fazer o quarto gol do clube da capital, aos 48 minutos do segundo tempo, decretando a goleada por 4 a 0 e o título da Supercopa. O Paris Saint-Germain conquistou seu oitavo título da competição.

Liderando um time que não podia contar com vários de seus titulares, Di Maria fez dois gols na partida, abrindo o placar aos 33 minutos da primeira etapa. Christopher Nkunku marcou aos 39 do 1º tempo e Timothy Weah aos 22, 2º tempo. Nos dois lances, o lateral esquerdo Stanley Nsoki fez boas jogadas e deixou os atacantes em excelentes condições para empurrar para as redes.

(Com informações da AFP)

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.