Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 17/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 17/11 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 17/11 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 17/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 17/11 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 16/11 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 16/11 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Após noite de festa, França já sonha com conquista da Copa do Mundo

media Torcedores franceses celebram vitória contra a Bélgica na semifinal. AFP/Sylvain Thomas

A euforia com a vitória contra a Bélgica e a classificação da França para a final da Copa do Mundo na Rússia está estampada na capa dos jornais franceses desta quarta-feira (11). A imprensa em peso já pensa agora na final, no próximo domingo (15), contra o adversário que será definido no duelo entre Inglaterra e Croácia.

"Estamos na final", comemora a manchete do Aujourd'hui en France, no dia seguinte da vitória por 1 a 0 contra a Bélgica. Foram 96 minutos angustiantes, mas graças ao gol de Samuel Umtiti, a França levou a melhor, resume o diário. Os Bleus, ou "azuis", como são chamados os jogadores da seleção francesa, foram inflexíveis diante dos Belgas, e colocaram a França na porta do paraíso ao conquistar a terceira final em Copas do Mundo em 20 anos. E no domingo, independentemente do adversário, eles serão favoritos, garante o Aujourd'hui en France.

O entusiasmo também ganha as páginas de Libération, que pede em sua manchete de capa que domingo chegue logo. Mas o jornal lembra que o jogo foi apertado e o único gol da partida foi marcado de cabeça por um zagueiro após uma cobrança de escanteio. “O combate foi duro e a pequena vitória indica o perigo da próxima etapa”, ressalta. Mas Libé também considera a França favorita na final para conquistar uma segunda estrela de campeã do mundo. Tanto Inglaterra como a Croácia são apontadas como menos talentosas e sólidas que a seleção francesa neste Mundial.

“Estamos com a cabeça nas estrelas. Essa vitória foi uma coisa de louco”, afirma L'Equipe, que dedica grande parte da sua edição ao duelo da semifinal em São Petersburgo. O jornal esportivo é o mais ardente defensor da seleção francesa. “Fantásticos no domínio e na estratégia de jogo, os bleus sufocaram a Bélgica”, diz o jornal. Para L’Equipe, Samuel Umtiti é simplesmente um herói. O diário não deixa de elogiar o adversário belga, que mostrou um bom futebol e conquistou um lugar de destaque na hierarquia mundial nesta Copa do Mundo na Rússia.

“Nosso sonho azul continua”, escreve Le Figaro, indicando que a vitória trouxe esperança em toda a França de um segundo título mundial, 20 anos após a vitória contra o Brasil. “Ela suscitou o melhor sentimento do mundo nos torcedores que, bêbados de felicidade, ocuparam as ruas de todo o país para festejar”, comenta o jornal. “É bonito uma França unida. Quando ganhamos, não tem mais negros, brancos ou árabes, somos todos franceses", diz um torcedor que festejou a vitória nas ruas de Paris ao Aujourd'hui en France. Na capital, a avenida dos Champs-Élysées ficou lotada e a festa, que reuniu torcedores de todas as gerações, durou até altas horas da madrugada.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.