Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 27/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 27/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 27/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 26/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 26/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 26/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 26/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 26/06 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Greve da Air France segue sem data para acabar

media Avião da Air France decola do aeroporto de Orly,em 10 de abril de 2018. REUTERS/Gonzalo Fuentes

Três sindicatos de pilotos da companhia aérea Air France formalizaram um novo pré-aviso de greve para os dias 3, 4, 7 e 8 de maio, em meio às negociações salariais em curso com a direção. Os voos para o Brasil têm sido cotidianamente afetados pela paralisação.

"É necessário continuar pressionando por nossas reivindicações salariais", afirmaram os sindicatos SNPL, Spaf e Alter em um comunicado no qual garantiram que o objetivo é "assinar um acordo razoável para todo mundo". O anúncio desses novos dias de mobilização, depois da organização de 11 dias de greve, aconteceu a poucas horas do início de uma consulta aos funcionários sobre a proposta salarial da direção.

Os 47 mil funcionários da Air France começaram a votar na manhã desta quinta-feira (26). Eles devem dizer se aceitam ou não a proposta da direção de aumento salarial de 2% este ano e 5% adicionais em três anos. Os sindicatos reivindicam 5,1% de reajuste neste ano. O resultado do referendo sai no dia 4.

Na semana passada, o diretor-executivo da Air France-KLM, Jean-Marc Janaillac, ameaçou renunciar se os funcionários da companhia continuassem a rejeitar suas propostas salariais. Os funcionários da companhia aérea franco-holandesa reivindicam da direção, desde 20 de fevereiro, um aumento dos salários, que estão congelados desde 2011. Os sindicatos afirmam que os trabalhadores merecem um aumento salarial considerados os bons resultados operacionais da companhia.

Voos para o Brasil

Nesta semana, a greve atingiu 25% dos voos da companhia na segunda (23) e na terça-feiras (24), inclusive partidas para o Brasil, que têm sofrido alterações a cada paralisação. A Air France afirma que 70% dos voos de longa distância e 65% dos de média distância partiram.

A empresa aconselha os passageiros que têm viagem marcada a consultarem o site da companhia para verificar se o voo estará mantido na data prevista. O site dos aeroportos de Paris também disponibiliza informações em tempo real sobre chegadas e partidas.

Com informações da AFP

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.