Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/09 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 16/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 16/09 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Últimas notícias
  • Vários mortos e feridos em tiroteio em Maryland, leste dos EUA
França

Samsung, Microsoft e Google anunciam investimentos em IA na França

media Google terá parceria com centros de pesquisas de referência na França, na área de inteligência artificial. REUTERS/Mike Blake

Instantes antes de o presidente francês, Emmanuel Macron, lançar um plano para o país evoluir no desenvolvimento da inteligência artificial (IA), gigantes mundiais da tecnologia anunciaram investimentos no setor em solo francês. A Samsung decidiu abrir o seu terceiro maior centro de pesquisas no sudeste de Paris, a Fujitsu escolheu a França para abrigar o seu centro europeu de inteligência artificial e a Microsoft vai investir US$ 30 bilhões no país.

O centro Samsung será instalado em Saclay e será o terceiro maior do conglomerado, atrás dos que existem na Coreia do Sul e nos Estados Unidos. O local deve receber 50 cientistas e pesquisadores até o fim de 2018, de um total de 100 que são esperados nos próximos anos. O centro será dirigido por Luc Julia, o inventor do assistente vocal Siri, da Apple, que depois foi contratado pela marca sul-coreana.

Já a japonesa Fujitsu vai ampliar o seu centro de pesquisas na França e redirecionar para Paris os seus pesquisadores instalados em outras cidades da Europa. O local vai operar em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas em Informática e Autonomia (Inria), de Saclay.

A gigante americana Microsoft, por sua vez, ampliará em US$ 30 bilhões os investimentos realizados na França nos próximos três anos. Uma parte vai para a escola IA Microsoft, aberta no início de março, e seus parceiros da escola Simplon. O objetivo é formar 400 mil pessoas até 2021.

O grupo também vai destinar fundos para criar um coletivo de empresas para “abordar as questões éticas e sociais da inteligência artificial” e “apoiar projetos inovadores” no setor, em áreas como saúde, transportes, meio ambiente e acessibilidade, conforme um comunicado divulgado pela companhia.

Google terá parceira

Além disso, o Google anunciou uma parceria com a prestigiosa Ecole Polytechnique para a criação de um “centro internacional de ensino e pesquisa” em IA e informática visual, que visa aprimorar modelos de informática em três dimensões. As aulas vão acontecer na Polytechnique e no Inria, na ENSTA ParisTech e na Télécom ParisTech.

Por fim, a britânica DeepMind – conhecida por ter desenvolvido o programa AlphaGo, que venceu o campeão mundial do jogo Go, em 2016 – anunciou a abertura de um laboratório em Paris, o primeiro na Europa continental. A DeepMind pertence à Alphabet, conglomerado do Google.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.