Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 09/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 09/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 09/12 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 09/12 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 09/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 09/12 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 07/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 07/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

PSG e Real Madrid: para Zidane, ausência de Neymar "não muda nada e muda tudo"

media Zinedine Zidane, treinador do Real Madrid, durante coletiva de imprensa, em Paris. REUTERS/Gonzalo Fuentes

A ausência de Neymar no Paris Saint-Germain nesta terça-feira (6), na partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Real Madrid, "não muda nada, mas muda tudo", assegurou nesta segunda-feira (5) o técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane.

"É um jogador excepcional, mas para nós não muda nada porque haverá outro jogador muito motivado que irá querer fazer uma grande partida", justificou o técnico em coletiva de imprensa.  

O francês Zidane se referiu ao argentino Ángel di María, ex-jogador do Real Madrid (2010-2014), que deve ser o substituto natural de Neymar e o homem mais em forma do PSG.

"É um jogador espetacular que já fez história com o Real Madrid. Pode jogar em qualquer posição de meio de campo. É rápido, se move bem e tem uma boa arrancada. Vamos tentar colocar uma equipe avançada para fazer a nossa partida e evitar que nos coloquem em dificuldades", declarou Zidane.

"Em nível motivacional não muda nada porque o PSG será um adversário muito competitivo e com grandes jogadores", acrescentou.

Neymar, transferido em julho do Barcelona para o PSG por € 222 milhões, teve o pé direito operado no sábado (3) em Belo Horizonte. O estado de sua recuperação será avaliado em meados de abril, segundo o clube parisiense e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O Real Madrid, atual bicampeão continental, ganhou a partida de ida por 3 a 1.

"Sabemos que vamos sofrer e que eles vão nos colocar em dificuldades, mas é preciso aguentar e jogar futebol (...). Teremos que fazer uma grande partida durante os 90 minutos", concluiu.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.