Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/07 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

Mídia mundial acompanha cirurgia de Neymar no Brasil

media Operação de Neymar foi um sucesso; recuperação vai levar semanas. Reuters/Stephane Mahe

Neymar é o grande destaque esportivo da semana, não só no Brasil, mas na França também. Para o correspondente da RFI no Brasil, o interesse é mundial.  

Com informações do correspondente da RFI no Rio de Janeiro, François Cardona

O Brasil respira aliviado. Seu melhor jogador de futebol, Neymar, foi operado com sucesso no sábado (3). A operação no pé foi um sucesso e foi acompanhada pelo país e pelo mundo todo. O astro do PSG vai levar semanas para se recuperar, mas deverá estar em forma para a Copa do Mundo da Rússia, entre junho e julho próximos.

 O pé mais caro do mundo do futebol foi operado pelo cirurgião Rodrigo Lasmar, médico da Seleção brasileira, acompanhado pelo francês Gérard Saillant, famoso por ter operado o joelho do ex-atacante brasileiro Ronaldo e representante dos interesses dos donos catarianos do PSG, que investiram mais de R$ 2,5 bilhões na equipe - com Neymar como peça-chave - para torná-la uma potência mundial.

 

Tomado por jornalistas do mundo inteiro, o hospital onde foi operado Neymar, em Belo Horizonte, reduziu ao mínimo a comunicação. As equipes médicas tiveram celulares proibidos e uma ala inteira do prédio foi reservada ao jogador mais caro da história do futebol, o número 10 da seleção atual e do Paris Saint-Germain.

Após a intervenção cirúrgica, que durou uma hora e 15 minutos, os médicos franceses do clube parisiense e da seleção convocaram rapidamente uma coletiva de imprensa. Neymar recebeu um pequeno pino metálico, no dedinho do pé fraturado. A reeducação, garantem os médicos, vai começar rapidamente, com dois fisioterapeutas do PSG.

O jogador não vai poder, portanto, jogar antes de vários meses pelo PSG, que enfrenta o Real Madrid nesta terça-feira (6) pela Liga dos Campeões da Europa. Alívio geral no Brasil, que não concebe o Mundial de futebol na Rússia sem a participação de Neymar.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.