Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 16/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 16/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 16/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 16/10 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 14/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 14/10 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
França

França desmantelou dois atentados terroristas desde janeiro de 2018

media O ministro francês do Interior, Gérard Collomb. REUTERS/Stephane Mahe

A França frustrou dois projetos de atentado desde janeiro de 2018, um contra uma grande equipe esportiva e outro contra as Forças Armadas do país, segundo afirmou neste domingo (25) o ministro francês do Interior, Gérard Collomb.  

"Desde 1° de janeiro, desmantelamos dois projetos de atentado que ainda não estavam finalizados", declarou Collomb à rádio Europe 1 e ao jornal Les Echos.

O ministro afirmou que os atentados estavam previstos para acontecer no sul e oeste do país. "O objetivo era a juventude", disse o ministro ao mencionar o ataque previsto contra uma "grande equipe esportiva".

As pessoas envolvidas estão presas, afirmou Collomb, que se negou a revelar mais detalhes sobre o local das detenções e os alvos exatos dos ataques. O ministro, no entanto, indicou que os detidos eram pessoas que estavam no arquivo de suspeitos para a prevenção da radicalização de caráter terrorista, os chamados "fichas S".

O ministro do Interior também afirmou que três mesquitas foram fechadas na França, duas dela no sudeste e uma na região de Paris, "porque faziam apologia do terrorismo". De acordo com números oficiais, em 2017 o governo francês evitou 20 atentados.

No mesmo ano, o país sofreu dois atentados reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico e que deixaram três mortos: o primeiro em 20 de abril em Champs Élysées em Paris e o segundo na estação Saint-Charles de Marselha (sudeste), no dia 1 de outubro.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.